Estou à Porta e Bato

     wings of dawn
Photo Credit: marco monetti via Compfight

    Chegámos finalmente ao mês do silêncio; à solenidade protetora de Setembro; o Ano letivo a nascer germinou nos jardins bem regados do verão.

    – Estou à porta e bato.

    O Senhor bate à porta de ar do nosso nada para trazer-Se, na consistência de um ano letivo por haver:189 dias de tempo puro e liso, chão seguro para os nossos pés apenas apoiados na beira do precipício das férias que terminam; um bónus de tempo para saciar o coração, para que possamos vir a morrer “saciados de dias”.

    O Senhor traz um ano bem medido, de tempo criado, da melhor qualidade, vem direito dos celeiros do céu. O Senhor traz o caminho para pormos os nossos passos. Com a consistência do silêncio, espelho desse outro Silêncio que, torrencial, jorra do Coração divino.

    Vem até nós como um viveiro de festas, uma incubadora de esperança, um brinde erguido à fé, vem no júbilo dos 150 anos das nossas irmãs, vem no inesgotável abrir-se –  e abrir-nos o acesso – ao Tempo da fundação, pelos mistérios litúrgicos que desdobram o calendário-arco-íris como uma Aliança de Paz.

    Vem, novo ano letivo, cinge as nossas cabeças inclinadas como uma coroa de ouro fino; tuas nove estrelas cintilantes são outras tantas bençãos, cada uma encerrando preciosa lição. Vem lição do ano letivo, com tua torrente de meninos, teus parentes consanguíneos de Paraíso.

    O Senhor traz um novo ano letivo na sua infinita Misericórdia e teceu-o de possibilidades divinas, adaptando-as primeiro à sua criatura. O Senhor preparou o ano letivo durante as nossas férias de verão. Fez repousar a Esposa sobre o Seu peito, induziu o sono de Adão, para poder operar a surpresa e o prodígio.

    – Eis que estou à porta e bato.

     O orvalho da manhã são pérolas nos seus cabelos. Traz nas mãos o novo ano enrolado em forma de mundo e o nosso foi concebido e gerado no crisol do Carisma Amor de Deus.

    É uma prenda personalizada.Não existe “o ano letivo em geral”, só existe o Poema com dedicatória, a jóia única, o hino singular.

     Também este ano foi temperado assim, na forja da primeira Aurora, estabelecido na verdade e na justiça, amassado com o fermento do Carisma, sonhado de “encomenda” para a família Amor de Deus.

     – Eis que estou à porta e bato.

    Amanhã, a partir do dia inaugural, que a sagração do Ano nos eleve à altura da Vossa expectativa, não sobre os nossos feitos eventuais, mas sobre a nossa abertura para acolher as Graças que sonhastes para nós. E que a ceia de recreação, a ceia íntima, amorosa, e por Vós tão desejada, seja a nossa própria vivência do Ano Jubilar em indefectível comunhão convosco

       –  E a quem Me abrir, Eu entrarei e cearei com ele à mesa e ele coMigo.

 

 

 

Print Friendly

Sobre o Significado do Jubileu

27 de Abril de 1864

Logo do Jubileu 

        Com este novo ano Letivo, entrámos na segunda parte da Celebração do Jubileu das Irmãs do Amor de Deus.

     Que significa este acontecimento feliz?

     As irmãs comemoram, connosco – educadores, alunos, voluntários – os 150 anos do seu nascimento.

     É como o aniversário de toda uma Família, mas de todos os seus elementos ao mesmo tempo, e ao longo de várias gerações.

     Trata-se de uma Família espiritual, pois não se multiplica no tempo como a nossa Família natural, mas sim pelo convite e aceitação da partilha de um Carisma.

     Chamamos “Carisma” ao dom particular que o fundador – o P. Usera – recebeu de Deus, juntamente com a inspiração para fundar a Comunidade das Irmãs dedicada à Educação.

     Por isso, também nós participamos do mesmo dom especial e fazemos também parte dessa aventura espiritual que se vem prolongando na História.

 

 O Amor de Deus no Mundo

      Desde 1864 até hoje, uma multidão de irmãs – e de crianças, adolescentes e jovens formados nas suas escolas – estão na origem de centenas de escolas e centros de solidariedade, que foram surgindo em diversos pontos do mundo.

     Ao longo de quinze dezenas de anos, as Irmãs e os seus colaboradores Leigos seguiram um projeto comum de Educação para os seus alunos e transmitiram à juventude das diversas épocas os valores perenes, subordinados ao seu Carisma próprio:

“Manifestar o Amor gratuito de Deus no Mundo”

     É nesta imensa Família que formamos, este ano letivo, um grupo em festa: temos datas previstas para comemorações especiais, mas podemos sempre ir inventando, ao correr dos dias, outras maneiras de expressar os nossos PARABÉNS.

 

 

Print Friendly