Os Mistérios da Linguagem – II

smart cookieImagem: Leonard J Matthews Flickr CC

     As pessoas podem ser possuídas por uma “carga agressiva” porque temos emoções,  e transmiti-la nas palavras, pois as palavras, se voam como gaivotas, também nadam como tubarões.

      A força das palavras para “voar” indica que elas criam sonhos e superam obstáculos; a agilidade das palavras em “nadar” também nos mostra que elas podem impor limites e fazer o outro parar.

      Comunicar não é só falar, mas sim escutar, pois nem sempre se trata de falar com palavras, mas sim escutar a beleza das palavras das outras pessoas. 

Margarida Cc, Francisco M N, OE

(Exercício de escrita criativa segundo o livro “Quero Ser Escritor” de Margarida Fonseca Santos e Elsa Serra)

Os Mistérios da Linguagem

    Smart Cookie

Creative Commons License Leonard J Matthews via Compfight

      É tão estranho nós comunicarmos em palavras! Como as inventamos? Como lhes injetamos um significado? 

      As palavras não vêm assim do nada: vêm do nosso coração, mesmo que seja uma palavra má. Mas depois percebi que, por vezes, as pessoas são como que possuídas por uma palavra que tem carga agressiva. Não pretendem agredir os outros.

     Sempre achei que um palavrão fosse uma autêntica porcaria Mas as palavras más apagam-se com um pedido de desculpa simples e sincero e, se escapar um palavrão, podemos usar uma leve ironia, como: “não se fala com a boca cheia”.

     Como é que nós conseguimos falar e transmitir emoções, através de palavras, como, por exemplo, “Amor”?  Por exemplo, as palavras “Amigo”, “Paz” e “Amor” são palavras que nos mexem no coração.

      A palavra “Família” é linda e é a palavra que une muitas pessoas em comunidade de amor.  Viver a palavra “Família” pede muito cuidado, dedicação e tempo livre, senão ela passa-nos despercebida.

      As palavras criam confiança entre as pessoas e são como uma “chave” que abre a porta para todas as aventuras. 

Margarida Cc, Francisco M N, OE

Texto a 3 Mãos

(Exercício de escrita criativa segundo o livro “Quero Ser Escritor” de Margarida Fonseca Santos e Elsa Serra)

A Mãe é tão Especial

     Sonnenberg Gardens & Mansion Historic Park ~ Canandaigua NY ~ Pink Rose Onasill ~ Bill Badzo via Compfight

     Quando eu nasci, a Mãe sentiu uma sensação que não se explica. Quando eu era pequenina, a a Mãe gostava muito quando íamos para o meu quarto e cantávamos “O Pau ao Gato”. A Mãe é uma pessoa que está sempre ao meu lado, quando eu preciso de ajuda. Quando, por exemplo, eu torci o braço, a Mãe não me deixou um só momento.

     A Mãe é uma pessoa tão especial que eu nem a consigo descrever.

    A Mãe tem qualidades que eu admiro muito e que mostra na forma como nos educa e como convive com os outros.

    A Mãe é uma pessoa de coragem, que enfrenta as dificuldades que exigem mais esforço.

    A Mãe  é uma Mãe que eu nunca imaginei ter na minha vida: cheia de alegria e boas virtudes.

   Adoro quando estou a fazer companhia à Mãe, enquanto está a cozinhar delícias maravilhosas. E mesmo que não saiam como a Mãe esperava, ficam sempre recheadas de carinho.

     Recordo-me de uma vez em que fizemos e levamos-lhe um pequeno-almoço à cama e Mãe adorou! Lembra-se quando eu lhe fiz um suporte para o telemóvel com o rolo de papel higiénico? Foi tão divertido!

     A Mãe é gira por fora, mas é linda de morrer por dentro!

    A Mãe, para mim, é uma pessoa agradável que, quando se zanga connosco, põe-nos logo na linha. Quando a Mãe se zanga comigo, eu fico irritada ou revoltada, mas depois, passado “3 dias”, eu percebo e sinto-me com muita confiança e um conforto tremendo.

     Adoro-a por me cuidar quando estou doente e não só. A Mãe é das pessoas que conheço que sabe cuidar dos outros adaptando-se à imaginação de cada um.

     Peço-lhe que nunca desista dos seus sonhos.

     Neste seu Dia, envio-lhe muitos abraços e beijinhos.

    Mãe, obrigada por me ter dado a Vida, com uma colher cheia de amor e um pote de confiança.

Margarida Cc, 5A

Meu Maravilhoso Pai

   Paddling at Jug Island Beach

Creative Commons License Ruth Hartnup via Compfight  

       Para o Meu Maravilhoso Pai que eu Adoro do fundo do Coração:

      O meu Pai é de estatura média e um pouco forte; o seu tom de pele é claro como um lírio branco. O rosto é arredondado, o seu nariz é levemente curvo como uma onda do mar, para não falar da sua boca muito sorridente. O cabelo é preto, com tons de castanho escuro, curto e um pouco ondulado; os olhos são verdes-acinzentados, vivos e brilhantes como o pôr do sol numa floresta.

     O meu Pai é uma pessoa com qualidades espetaculares: é querido, gosta bastante do seu trabalho e ama muito a Família, mas ás vezes também está de mau-humor e um pouco stressado, como é natural.

     O meu Pai adora viajar pelo Mundo e conhece imensos e lindos países, mas prefere conhecer novos países comigo e com a minha irmã. Para além de adorar viajar, adora estar connosco, porque nós somos a melhor verdade e o melhor da vida para o meu Pai.  

     Nunca me esquecerei quando eu, a minha irmã, o meu primo, a minha tia e o meu pai, fizeram-me uma surpresa a dizer que íamos para o Algarve, mas afinal fomos para Londres! Foi uma viagem fantástica em que visitámos vários monumentos, como o Big Bang e o palácio de Buckingham.

     Quando o meu Pai for velhinho, gostaria que participasse, comigo e com os meus filhos, na nossa vida.

     Pai, desejo-lhe um ótimo dia do Pai e uma vida melhor do que a que já tinha. Espero que fique sempre com saúde e espetacular como é.

     Obrigada por me ter dado a vida e por ter acompanhado a minha vida, nestes dez anos, com amor e carinho.

Margarida Cc, 5A

 

Viver em Paz e Harmonia

   Embroidered Silk

Rhiannon Boyle via Compfight

    Um momento de que eu gostei na escola foi a partilha com o amigo secreto: recebi uma surpresa fantástica!

     Na véspera de Natal, estive com a minha Família do lado do pai. Depois, no almoço de Natal, estive com a Família da minha mãe.

     A minha mãe tinha feito salame de chocolate, porque eu e as minhas irmãs não gostamos das sobremesas de Natal. Eu adorei um presente que foi uma viagem a Santorini.

     O Ano Novo eu adorei, porque estive com muitas pessoas e vimos fogo de artifício.

     Para o 2º período, espero que as minhas notas sejam “fantabulásticas” e que as pessoas de todo o mundo vivam em Paz e Harmonia.

Margarida C, 5º A