A Defesa de uma Causa

simple drawings colorful drawings that can have concrete representational meaning or may just be composed of random and abstract lines

Creative Commons License Iloveart Iloveart via Compfight

    Eu defendi uma causa no passado: “As trocas comerciais”. Eu defendo as trocas comerciais, porque é sempre bom conhecer novas coisas e ficar com novos costumes. No futuro, eu gostava de defender causas do passado. Gostaria de o fazer com um grupo de amigos, porque é sempre melhor fazermos coisas acompanhados, pois torna-se mais fácil trabalhar.

    Eu ainda não posso lutar por uma causa, porque sou menor; só posso aos 18 e ainda tenho 9, mas este fim de semana, a 28 de Novembro de 2015, vou fazer 10, portanto ainda faltam oito anos para eu poder lutar por uma causa.

    Se a minha Mãe estivesse a ser raptada, eu fazia de tudo para a salvar, porque era a minha Mãe, e eu não consigo viver sem Ela!

João P, 5A

A Melhor Mãe do Mundo

Unique Heart Romel via Compfight

     A minha querida Mãe é alta, magra, frágil, harmoniosa, lindíssima.

    Tem o rosto redondo e magro. A minha mãe tem o cabelo comprido, liso, acastanhado e alguns cabelos brancos pois nós tiramos-lhe sempre a paciência.

     Anda quase sempre com o cabelo solto, tem os olhos pequenos, acastanhados escuros, tem um brilho que convence sempre uma pessoa, aquele brilho muito especial que quase ninguém tem. O seu nariz é comprido, a boca pequena e carinhosa, rasgada, única entre todas, e uma s marcas rosadas, especiais, muito originais; um sorriso ternurento, um olhar brilhante e umas mãos de anjo.

      O projeto preferido que a minha mãe tem é ir outra vez a França ver a sua antiga casa, em Paris, onde sempre viveu, desde que nasceu, até aos nove anos.

     Um momento inesquecível foi quando eu entrei para a escola e a minha mãe disse que não tivesse medo.

    Deste-me uma vida espetacular. Se não fosses tu, eu não existia, e amo-te, por tudo o que me fizeste. Para mim, és a melhor mãe do mundo, nunca te esquecerei!

Catarina C, 6A

Festa das Mães: Uma Mãe Incomparável

Imagem Oferecida por Hellas Multimedia 

    A minha mãe, de cabelos castanhos, de olhos castanhos, de nariz fino e uma boca pouco rasgada, tem um cheiro a que ninguém resiste e, quando estou ao pé dela,  faz-me sentir melhor.

     Ela não gosta muito de andar e prefere ficar em casa a descansar ou a arrumar a casa. Quem me vai buscar à escola, a maior parte das vezes, é ela; pergunta se temos trabalhos de casa e vamos para o futebol às 18h.

     A minha mãe trabalha tanto, tanto que eu não sei onde é que ela vai buscar tanta energia.

     Ela não quer que nem eu nem o meu irmão saiamos do Colégio pois foi lá onde ela estudou e quer que nós sigamos o mesmo ensino, apesar da dificuldade da crise que é mais um obstáculo a ultrapassar.

     A minha mãe é muito gulosa e não consegue deixar de fumar. Ela tenta ajudar sempre, mesmo nas coisas que menos percebe! Melhor que ela não podia desejar!!!!!!!!!!!!!

     O projeto dela para o futuro deve ser manter-nos no Colégio apesar da falta de dinheiro.

                          NÃO HÁ  MELHOR MÃE QUE A MINHA!!!!!!!!!!!!!!!!!!! 

Frederico L 5C

Festa das Mães: Uma Parte do Meu Coração

 

Imagem: Free Wall Paper

    A minha Mãe é uma das pessoas com menos paciência que eu já vi, mas também é a Mãe mais gira e carinhosa do mundo!

     A minha Mãe é de estatura média, tem o nariz pequeno e bonito como o meu. Os olhos da minha Mãe são os olhos mais lindos que eu já vi: eles são verdes; a boca é pequena e rosada, os lábios são finos. O seu cabelo parece castanho, é curto e liso.  

    A minha Mãe é linda de morrer: é forte, magra e super flexível, porque faz yoga e corre. Adoro quando a minha Mãe usa um vestido cheio de flores!

    Não consigo me esquecer que a minha Mãe gastou quase o seu dinheiro todo só para nos levar para Itália. E foi muito giro!

    Não sei quais os seus projetos de futuro, mas sei que eu, no futuro, pretendo passar mais tempo com ela. 

     Eu adoro a minha Mãe, aconteça o que acontecer. Eu daria a minha vida pela minha Mãe. 

Mell O 5C