O Meu Pai para Mim

Father and Son

Creative Commons License R. Halfpaap via Compfight

      O meu Pai é de estatura média; ele é forte; tem a pele um bocadinho morena; o seu rosto é oval; a sua boca é rosada e de lábios finos, o nariz direito; os olhos são castanhos-escuros, com um ar sério.

      O meu Pai é muito verdadeiro honesto, sabe fazer contas dificílimas, até contas em pé de cabeça. Consegue transformar sempre os defeitos em qualidades, nem que tenha de pedir ajuda.

     O que não aprecio tanto é que escolheste um trabalho muito “ocupante” e absorvente, Pai, e quase não tens tempo para brincar comigo e, além de isso me preocupar, também acho que não consegues apreciar o descanso, Pai.

     Gostas muito de jogar computador, de passear, apreciar as vistas, de ver tv, de conversar com a Mãe….

     Há dois anos fomos à Disneyland: nunca vou esquecer! Não sei se foi há dois ou quatro anos. Só interessa é que me diverti muito e que gostaria de lá ir mais vezes.

    Mas percebo porque é que não vou. É que é muito caro.  Uma recordação mais atual foi a visita aos Padrinhos a londres. O que não ajudou muito foi o frio – Brrr!  Vimos muitas vistas, joguei no meu telemóvel, enfim, divertimo-nos!

    Gostaria imenso que tivesses mais tempo para brincares comigo.Um dia, quando estiveres reformado e fores vellhinho, se eu tiver filhinhos, brincamos todos.

    Pai, neste teu dia, desejo que não haja alunos mal educados para ti.

    Agradeço por tu me teres inscrito nesta escola, por me teres dado a vida. Não sei como agradecer por teres cuidado de mim, por me teres dado comida. E não sei mesmo como poderei retirbuir esse favor

Miguel M, 5A

 

Print Friendly

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *