As prendas dos meus anos

Fender El Rio

Alec Couros via Compfight

     As prendas que me deram foram mesmo as que eu queria; uma prenda, deu-ma a minha avó, outra os meus outros avós, outra os meus pais e outra, os meus tios.

     Um dia, estava eu na minha aula de guitarra e o meu professor reparou que a minha guitarra estava a fazer uns barulhos estranhos. Descobrimos  que uma peça essencial estava estragada e eu pus na minha lista que tinha de comprar uma guitarra eléctrica nova. Nessa lista, também estava que tinha de comprar uma bicicleta nova, porque a minha tinha ficado no Algarve para eu andar com o meu melhor amigo. Com estas prendas caras, já pensava que não tinha de comprar mais nada.

     No sábado, antes da aula de música,  eu abri o saco da minha guitarra clássica, para treinar um bocadinho, quando vi que a guitarra estava partida no cabo. Fui para a aula de música e o professor disse-me que não tinha arranjo. Toquei, nessa aula, com outra guitarra, e o professor mostrou-me umas guitarras que estavam lá para venda.

     Nesse momento, vi que as três coisas juntas eram muito caras, e por isso percebi que uma das três coisas tinha de ser eu a pagar com o dinheiro que me deram nos 12 anos anteriores.

      Fui pedir o dinheiro para comprar a guitarra clássica aos meus avós. Eu disse que custava 210 euros, eles disseram que sim e, no sábado seguinte, fui comprá-la. No fim de semana seguinte, eu estava a pensar comprar a eléctrica, mas a minha mãe disse que ficava para o fim de semana seguinte.

       Nesse fim de semana, o meu professor ficou com febre e, como eu não tinha aula, a compra ficou para o fim de semana seguinte.

     Entretanto, escolhi comprar a melhor guitarra que existe, porque me disseram que era muito boa.

     No fim-de-semana combinado, finalmente, era dia de eu a ir comprar. cheguei lá, mas a guitarra custava  1050 euros, porque era uma Fender Stratocaster Americana.

     Quando cheguei à aula, o meu professor até ficou maluco, porque eu comprei uma guitarra super boa e exactamente igual à dele.

     Uma curiosidade é que o meu professor comprou a guitarra igual à minha com 13 anos e eu também comprei a minha com treze anos.

     Nesse mesmo fim de semana, no Domingo, comprei a minha bicicleta, que custou 299,17 cêntimos porque o meu pai tinha 0,13 cêntimos em conta para descontar.

     Estes foram os os meus anos mais divertidos e com a as melhores prendas, até agora, foram estes dos 13 anos, eu adorei-os.

Diogo T, 8A