Inglaterra

_DSC5411_DxO

Alexandre Dolique via Compfight

      Fui visitar os meus padrinhos. Foi muito giro mas não fiquei assim tão entusiasmado quando cheguei: o clima não ajudou.

      Quando  cheguei, vi os bebés gémeos da minha madrinha: eram tão fofos que apetecia apertar aquelas bochechas!

the london eye

Creative Commons License Kai Lehmann thank you for +850k views via Compfight

     Mas fui jogar no meu “telelé”. Depois, fui passear e vi muitos monumentos, como o Big Ben, a Tower of London, a Tower Bridge, o London Eye. Vi Legoninjago na televisão.

Miguel M, 5A

A Viagem a Londres

St. James's ParkCreative Commons License Ștefan Jurcă via Compfight

     Cheguei a Londres, fui logo pôr as malas no hotel; a primeira refeição foi no Mac Donalds;  havia uma loja de 5 andares, só sobre M&M‘s.

      Fomos ver a troca da guarda do Palácio: um senhor estava com as mãos atrás das costas e quando  parava, fazia uma espécie de sapateado ! E pena que  não chegamos a ver a apresentação  dos guardas  com póneis, mas  vimos  a troca da guarda no palácio de Buckingham.

      Fomos ver a  roda gigante: andava tão devagar que as pessoas entravam e saíam em movimento.

      No museu da Ciência vi um dinossauro mecânico que quase parecia real.

     Vi o Big Ben, lá perto estive num parque: um senhor tinha muitas nozes e deu-nos para chamarmos esquilos. Veio um esquilo de pêlo castanho e olhinhos pretos, comeu à minha mão e fugiu a correr. Havia um pato pateta que era fácil de enganar: pegava-se numa pedra,  mostrava-se e ele vinha ter connosco a pensar que era comida. A primeira vez assustei-me pois parecia mesmo que ele ia dar uma bicada!

     No hotel havia duas tv’s: alugámos o filme Lorax, um menino que gostava muito de uma menina e ele um dia mostrou-lhe uma coisa e disse:

     – Este desenho que eu pintei na parede é de uma árvore real! –  porque já não havia mais árvores.

     Ela disse se alguém lhe trouxesse uma árvore ela casaria logo com ele. O menino aproveitou e foi falar com a avó que sabia onde estavam as árvores.

     E encontrou um senhor nesse sítio que a avó indicou; ele contou uma história sobre um menino que cortava árvores. Apareceu aí o Lorax e disse que se ele não parasse, seira expulso dali, mas ele continuou até que o mundo ficou sem árvores. Depois de contar essa história deu-lhe a última semente de árvore que havia no mundo, antes das árvores acabarem. O menino plantou a semente e quando essa árvore cresceu, deu muitas sementes, que ele deu a toda a cidade.

     E no fim, esse senhor que contou a história a ele, sai de casa, – porque ele estava em casa, fechado – olha-se para a cara dele e vê-se quem é esse senhor que contou a história:  era o próprio senhor da história.

     O rapaz deu  sementes a esse senhor e ele sai de casa para regar as árvores pequenas. O Lorax é o Guardião da floresta.

      Fui a uma espécie de  Shopping …

Miguel F 5C