Meu Maravilhoso Pai

   Paddling at Jug Island Beach

Creative Commons License Ruth Hartnup via Compfight  

       Para o Meu Maravilhoso Pai que eu Adoro do fundo do Coração:

      O meu Pai é de estatura média e um pouco forte; o seu tom de pele é claro como um lírio branco. O rosto é arredondado, o seu nariz é levemente curvo como uma onda do mar, para não falar da sua boca muito sorridente. O cabelo é preto, com tons de castanho escuro, curto e um pouco ondulado; os olhos são verdes-acinzentados, vivos e brilhantes como o pôr do sol numa floresta.

     O meu Pai é uma pessoa com qualidades espetaculares: é querido, gosta bastante do seu trabalho e ama muito a Família, mas ás vezes também está de mau-humor e um pouco stressado, como é natural.

     O meu Pai adora viajar pelo Mundo e conhece imensos e lindos países, mas prefere conhecer novos países comigo e com a minha irmã. Para além de adorar viajar, adora estar connosco, porque nós somos a melhor verdade e o melhor da vida para o meu Pai.  

     Nunca me esquecerei quando eu, a minha irmã, o meu primo, a minha tia e o meu pai, fizeram-me uma surpresa a dizer que íamos para o Algarve, mas afinal fomos para Londres! Foi uma viagem fantástica em que visitámos vários monumentos, como o Big Bang e o palácio de Buckingham.

     Quando o meu Pai for velhinho, gostaria que participasse, comigo e com os meus filhos, na nossa vida.

     Pai, desejo-lhe um ótimo dia do Pai e uma vida melhor do que a que já tinha. Espero que fique sempre com saúde e espetacular como é.

     Obrigada por me ter dado a vida e por ter acompanhado a minha vida, nestes dez anos, com amor e carinho.

Margarida Cc, 5A

 

O meu Pai é forte como uma Montanha

 

     Dad and Daughter on an Adventure

Creative Commons License Colin Bowern via Compfight

    O meu Pai é alto, magro e forte como uma montanha e é muito resistente. ele é um pouco moreno, tem um contorno de rosto suave e cabelo grisalho; uma boca sorridente e olhos castanhos escuros, tal como um tronco de uma árvore.

      O meu Pai é muito sorridente e faz com que nós alcancemos os nossos objetivos: por exemplo, ele combina com a minha Mãe para ela estudar comigo e depois pede-me resultados acima de setenta por cento.

      Gosta muito do seu trabalho na natação e na defesa do ambiente. Gosta muito de ouvir música dos anos 80, como as que dão na FM80. O meu Pai gosta imenso de correr, ver tv, visitar sítios connosco,  como o Centro Cultural de Belém ou monumentos e de viajar, como ir à América, à Disneylândia, que foi onde mais gostei de ir.

     Ele é uma pessoa responsável, que se preocupa muito connosco. É tão corajoso, que, quando estamos com ele, faz de tudo para nos divertirmos, mas em segurança.

      Nunca esquecerei quando o Pai saltava comigo nas ondas, ou quando o Pai e eu descemos uma montanha, de trenó, na Serra da Estrela. 

     Quando o meu Pai for velhinho, eu irei ajudá-lo no que for preciso, e espero que ele goste tanto dos seus netinhos, tal como ele gosta de mim. 

     Pai, neste teu Dia, desejo-te um resto de uma vida feliz. Agradeço-te tudo o que fizeste por mim.

Carolina C, 5B 

É o Pai Sempre o nosso Guia

   Serra de Sintra, Portugal

Joao Santos via Compfight

      O meu Pai é alto, magro, forte e musculado. O seu rosto é oval, o nariz direito como um soldado, com uma covinha no queixo; a boca, sorridente, tem lábios vermelhos; o cabelo é curto, liso e castanho; os seus olhos são castanhos como um tronco de uma árvore; tem o olhar concentrado e com saudade.

       Eu gosto, no meu Pai, ele ser brincalhão connosco e ajudar-nos quando precisamos e lhe chamamos “Doutor Papá”. Ele gosta de andar de bicicleta e de andar de skate, desde os seus dias de rapaz; adora o seu trabalho e pratica viola; participa numa banda e toca viola baixo.          

    Aos sábados e domingos, vamos explorar florestas e eu adoro; é o Pai sempre o nosso guia; à nossa volta erguem-se árvores silenciosas, o vento sopra e subimos até à Pedra Amarela!

     Nunca me esquecerei das histórias que tu me contavas à noite, Pai!

     Quando fores velhinho, vou passear contigo.

     Eu agradeço-te, Pai, por seres o melhor Pai do mundo! E desejo-te Pai, tanta felicidade como uma manhã de verão!

Carolina A, 5B

O Meu Pai, com a sua Coragem Enorme

     Subiendo al Pilatus Kulm

Creative Commons License Oscar Gende Villar via Compfight

     O meu Pai é musculado, forte, bem constituído e um grande amigo;  o seu rosto é oval e a pele clara como uma rosa branca. O seu nariz é ligeiramente curvo, a sua boca é sorridente como a luz do sol; os seus olhos castanhos mostram a sua lealdade para com os outros.

     No meu Pai, eu aprecio muito a sua coragem, faz tudo para que a nossa Família seja a melhor maravilha do mundo. No verão, o meu Pai vai, com todo o amor e carinho, comprar o nosso jantar, para crescermos com felicidade e com saúde.

    O meu Pai leva-me a jogar ténis: vai muito contente por me conseguir proporcionar esta atividade desportiva e por ter conseguido ensinar-me, educadamente, todas as coisas que eu sei até hoje.

      Eu adoro o meu Pai, porque ele ajuda-me em tudo o que preciso; por exemplo: pôs-me na explicação de Matemática, ajudou-me a comer à mesa, ensinou-me a nadar; fez com que eu começasse a falar melhor e muito mais ainda.

      Há dois anos, o meu Pai, com a sua coragem enorme, saltou de um teleférico de uma imensa altura, para ir buscar a minha irmã Isabelinha que ficou presa na entrada do Teleférico! O meu Pai mostrou-lhe o quanto gosta dela!

       Quando o meu Pai for velhinho, vou visitá-lo muitas vezes, para ele não pensar que eu me esqueci dele… E também vou dar-lhe muitos abraços, porque o meu Pai está sempre a queixar-se que eu nunca lhe dou abraços.

      Pai, neste seu Dia, desejo-lhe felicidade, amor, carinho e muitas outras maravilhas que o Pai sabe. Pai, agradeço-lhe muito por me ter dado a vida, por me proporcionar todas as maravilhas da minha vida. Também lhe agradeço toda a confiança que o Pai tem em mim e também lhe agradeço a liberdade que o Pai me dá. 

Carminho S, 5A

Dia dos Parabéns!

Day 58

José Carlos Figueiredo via Compfight     

     O meu Pai é  de estatura média, tem músculo, é uma pessoa ágil e forte. O meu Pai tem duas origens: Árabe e  América do Sul. Tem olhos clarinhos como os do Huskin do Alaska que temos em casa; tem pele morena e o seu cabelo é preto e curto.

    É um pai bondoso e carinhoso que me oferece coisas quando luto por elas. Ás vezes é um pouco rabugento. As suas atividades favoritas são praticar Surf, Mergulho, pesca, BTT. Tem trabalhos diferentes, até mesmo de Segurança.

      Nunca me esquecerei de ter ido à América do Sul contigo, Pai. Também de quando estávamos a fazer Surf e vimos um Golfinho. O meu Pai projeta comprar uma casa no Alentejo com ovelhas, vacas, porcos, etc.

     Parabéns por este dia. Estou a gostar muito de tudo o que és e fazes, muitos Parabéns!

Francisco N, 5c

Loguin

Wolves at Wolf Park INPygoscelis papua

   

 

 

 

 

 

       Até agora, o Loguin é um animal que junta um pinguim e um lobo. É pequeno, forte e um grande predador. Tem uma boca enorme, um focinho molhado e preto, uns olhos assustaores e umas orelhas redondas e felpudas. As patas são tal e qual as dos pinguins.

     Ele adora nadar e comer os maiores peixes possíveis e atrai as presas, sejam peixes ou ovelhas  com o seu olhar aberto. Os bebés são muito fofinhos e já sabem nadar e caçar assim que nascem; como já são fofos, são atraentes e usam essa técnica para caçar os outros animais.

     No futuro, os cientistas dizem que, se os seres humanos os aceitarem como animais de estimação, pode vir a ser mais inteligente do que o próprio ser humano: vão aprender a cozinhar, a ligar a televisão e o resto que o ser humano faz e fará.

      Ele não é rapaz ou rapariga, pode acasalar-se com outro ou não e pode ter filhos sozinho a partir dos 20 anos, por isso os cientistas ainda não sabem classificá-lo quanto ao ser sexuado.

     Os filhos, até aos dois anos, só se riem do que dizem, são uns verdadeiros mestres da comédia. Eles vivem até aos 70 anos de idade; aos 50 os filhos constroem casas parecidas com as dos seres humanos; com lã de ovelha fazem uma cama com 1,30 m de comprimento, que é o tamanho normal deles. Na sua morte, os filhos protegem a casa.

Afonso S, 5C

Images: Patrick Marioné via Compfight  Creative Commons License Max Goldberg via Compfight

O Meu Pai Épico

Aurora Borealis near Khibiny Mountains | Russia

Y Nakanishi via Compfight

(Dedicado a meu Pai Sensível, Alerta e Emocionado)

     O meu Pai é um homem alto, forte e ágil. O seu rosto é oval, o cabelo é espetado como um ouriço-cacheiro, é preto e curto. Os olhos são azuis acinzentados e verdes, como um cristal. O seu nariz é direito e os lábios são rosados como os meus.

     Aprecio no meu Pai o seu sentido de humor. Ele é bom, mas sabe zangar-se. Eu não vou escrever defeitos, porque os defeitos não servem para nada.

     As atividades favoritas de meu Pai são rir, andar, correr, andar de bicicleta, de mota  – Brum, Vrum! Ele gosta de beber cerveja sem álcool, de brincar com o nosso cão e eu gosto de ver futebol com o meu Pai.

     Eu recordo-me quando o Pai se surpreendeu quando eu lhe disse que era parecido com um ouriço.

    Quando ele for velhinho, eu vou visitá-lo muitas vezes!

     Desejo que o meu Pai viva muitos anos. Obrigada, Pai, porque me proteges e, sem ti, eu nunca seria!

Obrigada, Pai!

Svetlana T, 5B

Eu e o meu Amigo mais Alto da Turma

   Matraquilhos Francesco Negri via Compfight

      O João Francisco é a pessoa mais alta da turma; tem onze anos, não é flexível e tem o cabelo castanho. Tem rosto oval, o nariz arrebitado, boca sorridente, olhos amendoados e amigos.

      Joga sempre matraquilhos comigo, eu ganho-lhe quase sempre e ele é honesto quando jogamos. Odeia jogar futebol e odeia bacalhau. Está quase sempre distraído nas aulas de Matemática e quase nunca passa o que está no quadro, mas o professor de Matemática vê que o João não está a passar o que está no quadro. Ele às vezes esquece-se do material para EV.

     No futuro, quer ser astronauta. Desejo-lhe uma vida muito feliz.

Manuel N, 5A

O Melhor Avô do Mundo

 Spear Thistle - Chardon Vulgaire Monteregina (Nicole) via Compfight

      O meu avô é um pouco forte, de estatura média, musculoso, que dá a sensação de ser ágil.

     Usa o cabelo curto, grisalho e brilhante. O rosto é arredondado, o tom de pele, moreno, com um bigode mesmo à séria e uns óculos de aros prateados.

    A boca é sorridente; o nariz ficou um pouco achatado porque partiu a cana; os olhos são castanhos e atraentes.

     Ajuda-me: por exemplo, quando eu era pequeno e não sabia cortar. Então, o avô ensinou-me a cortar. É simpático e muito brincalhão. Gosta de dizer piadas muito cómicas: “era uma vez um senhor que vendia amendoins à frente da Igreja; e enquanto havia missa, quando o padre  dizia: “Ámen”, ele dizia: “Doins”.

     Às vezes perde a paciência, mas tem sempre razão.

     Adora guiar o seu BMW, estar na sua loja de antiguidades e estar com a família. A sua cadelinha é a Maria Farrusca, resgatada da rua: o avô abriu a porta, viu-a e ela entrou.

    No Algarve, é tão bom quando estamos na piscina a dar mergulhos, com o avô a brincar connosco!

     Não sei quais são os seus projetos de futuro, mas os meus são estar o máximo de tempo consigo e com a avó.

     Desejo um ótimo, mas  mesmo ótimo dia de anos e um grande beijinho para si, do seu neto

Tomás G, 5C

O Meu Amigão

Pong? Raul Lieberwirth via Compfight

     O meu amigo é baixo como eu, tem 10 anos, é ágil e flexível para jogar futebol. Tem cabelo castanho-escuro e liso e uma franja curta. O seu rosto é oval, a pele clara e é fácil de bronzear. A boca é pequena, de lábios rosados, o nariz bem desenhado, as faces rechonchudinhas. Os olhos são castanhos, amendoados e risonhos.

     É bom amigo: no 1º ano, ajudou-me a decorar o alfabeto. É trabalhador: está sempre atento nas aulas. Enerva-se facilmente quando o irritam.

     Gosta muito de jogar  pingue pongue. Eu ganho-o quase sempre.

     Ele sabe que ser piloto de avião é bom para ganhar mais dinheiro que um médico, porque tem a responsabilidade dos passageiros para se sentirem bem.

     Liote, do teu amigo Afonso: desejo –te uma feliz vida, sem problemas e com muita alegria.

Afonso C, 5A

A Melhor Mãe do Mundo

Unique Heart Romel via Compfight

     A minha querida Mãe é alta, magra, frágil, harmoniosa, lindíssima.

    Tem o rosto redondo e magro. A minha mãe tem o cabelo comprido, liso, acastanhado e alguns cabelos brancos pois nós tiramos-lhe sempre a paciência.

     Anda quase sempre com o cabelo solto, tem os olhos pequenos, acastanhados escuros, tem um brilho que convence sempre uma pessoa, aquele brilho muito especial que quase ninguém tem. O seu nariz é comprido, a boca pequena e carinhosa, rasgada, única entre todas, e uma s marcas rosadas, especiais, muito originais; um sorriso ternurento, um olhar brilhante e umas mãos de anjo.

      O projeto preferido que a minha mãe tem é ir outra vez a França ver a sua antiga casa, em Paris, onde sempre viveu, desde que nasceu, até aos nove anos.

     Um momento inesquecível foi quando eu entrei para a escola e a minha mãe disse que não tivesse medo.

    Deste-me uma vida espetacular. Se não fosses tu, eu não existia, e amo-te, por tudo o que me fizeste. Para mim, és a melhor mãe do mundo, nunca te esquecerei!

Catarina C, 6A

O Meu Avô

      May 1510 125/365Creative Commons License Pablo Contreras via Compfight

     O meu querido Avô paterno chamava-se Jorge, tal como o meu pai. O meu avô era alto,  tinha um rosto comprido, as sobrancelhas grossas, nariz achatado, a boca de  lábios carnudos, o cabelo grisalho com um pouco de ondulação e os olhos grandes, redondos e castanhos como a terra. Eu sei isto através de uma fotografia: ninguém me tinha dito que era ele, mas eu soube, porque ele era igualzinho ao meu pai.

    Eu não cheguei a conhecê-lo, nem a minha irmã, nem o meu irmão, mas sei que ele era muito querido. Eu queria tê-lo conhecido, mas não deu: é assim a vida. Ele faleceu novo, no dia 23 de Dezembro, porque ficou muito doente. Sempre que chega o aniversário desse dia, eu e a minha família paterna vamos à Missa rezar por ele.

     Eu acho que ele era muito parecido com o meu pai, sempre a pensar no trabalho e, quando o faziam zangar, era resmungão. Aposto que o meu avô não sorria muito, porque o meu pai também não sorri –  não porque esteja zangado, mas sim porque é uma pessoa séria – e a minha avó está sempre a dizer que o meu pai é igualzinho ao meu avô.

     Eu acho que conheci o meu avô, pois ele é igual ao meu pai, por isso tenho-o sempre ao meu lado. 

Mariana S, 5C

A Minha Fabulosa Irmã

Cossette Leticia (Volks SDG Sora) MercuryLampe via Compfight

     A Catarina é alta e elegante, anda muito tempo nas passadeiras, por isso é muito ágil. Tem um cabelo muito longo e liso, mas ao mesmo tempo, ondulado, em volta do seu rosto oval e delicado, que parece uma bola de cristal; tem um nariz redondo, um tom de pele claro, mas que, no verão, se bronzeia facilmente; a boca é fina, com o sorriso maior do mundo, o nariz é arrebitadinho. Os olhos são pequenos e, quando jogamos ao jogo de “Quem abre mais os olhos”, parece que os dela não estão abertos, pois têm um formato achinesado; são castanhos claros e muito expressivos.

     A minha irmã tem muitos interesses, como, ir ao ginásio: vai todos os dias e vem sempre com uma cara vermelha.

      Ela é maravilhosa, adoro brincar com ela; tem alguns defeitos, como um feitio mais ou menos sensível, pois fica aborrecida muito facilmente.  Quando ela tem um objetivo, vai até ao fim. Quando for mais velha, quer ir para a Universidade.

      Eu sou uma fã da Catarina!

      Desejo-lhe as maiores felicidades do mundo!

Mafalda A, 5B

O Meu Avô

 The Reader Shakespearesmonkey via Compfight

     O meu avô tinha cabelo branco e curto; tinha olhos castanhos e uns óculos redondos; o nariz era bem formado e a boca pequena e avermelhada; tinha umas faces rosadas, parecidas com maçãs. Ele era um homem que estava praticamente sempre a sorrir e nos divertia muito.

     Quando o meu avô faleceu, foi um dia horrível: só via a minha mãe a chorar, quando a minha mãe recebeu um telefonema e era uma amiga minha a dizer para eu ir lá para casa dela. Sinceramente não me apetecia ir porque queria ficar a ajudar. A mãe dela disse-me para eu não me preocupar, porque ele tinha ido para um sítio melhor.

     Era um homem maravilhoso. Era simpático, mas um homem cheio de segredos; às vezes ia sozinho para a sua biblioteca e faziam coisas que eu acho que nem a minha avó sabia. Sempre que ele estava a trabalhar, esquecia-se de tudo à volta.

      O meu avô colecionava livros e moedas de todos os países. Sempre que eu encontrava alguma, ia a correr para lhe dar. Houve uma vez em que a minha irmã lhe deu uma nota e ele não aceitou, só que, mais tarde, ficou com ela. Quando ele faleceu, nós descobrimos essa nota com um papel a dizer: “Para a minha neta Mariana.”

     Ele era muito engraçado. Há pouco tempo, eu estive a ver uns filmes de quando a minha irmã mais velha devia ter uns três ou quatro anos e o meu avô aparece lá a fazer uma das suas “poses” engraçadas.

     Ele adorava carros e tinha sempre uns carrinhos no armário para eu, as minhas irmãs e os meus primos brincarmos. Também gostava de vinho, e nós dávamos sempre uma garrafa nos anos.

     Sinto muito a falta dele, mas eu sei que ele está num sítio muito melhor.

     Beijos para o céu, especialmente para o meu avô!

Carlota C, 5C

Uma Pessoa Única

     [Blythe] RuRu kiomeru via Compfight

     A minha irmã é de estatura média, tem quatro anos, é magra e ágil. O seu rosto é oval, o tom de pele é claro e as faces são rechonchudinhas. O nariz é redondinho, a boca sorridente, de lábios finos; os olhos são castanhos e brilhantes. O seu cabelo é encaracolado, com caracol fechado, comprido, de cor castanha escura. 

      Ela é irritante, mas é querida, pois tem quatro anos. Às vezes eu digo para ela fazer uma coisa e ela faz outra; é birrenta e rabugenta, mas quando alguém adulto está ao pé dela, faz-se de anjinho.

     Ela gosta de cantar e inventou uma música: “Jóias preciosas, eu preciso de jóias preciosas, para ficar com beleza lendária”, como a Elsa do “Frozen”. Ela gostava de um menino  chamado Vicente, que saiu da escola. Ela gostava de ser a Elsa do “Frozen” e ter poderes, como, por exemplo, o poder do gelo.

     Quando ela fez anos, a vinte e seis de Janeiro,  gostei muito de a ver a abrir prendas com alegria. Quero que, mais tarde, ela continue divertida e brincalhona e desejo que, no futuro, seja cada vez mais querida.

Ana Carolina O, 5B

A Professora Andreia

carolina_s_c_andreia_prof

    Imagem: Oficina de Escrita

     Eu gosto muito da professora Andreia. Ainda a encontro no Colégio. Nunca tive uma professora como esta.

     Ela é alta e elegante; o tom de pele é claro, o rosto, oval. Tem cabelo cor de caramelo, pelos ombros, quase liso, um pouco ondulado; os olhos são cor de avelã, o nariz é fino e direito; os lábios são rosados e sorridentes. A minha professora está sempre na moda: usa roupa jovem.

     Eu aprecio nela o ser simpática e muito alegre, ser brincalhona, entre outras qualidades. Como jovem que é, gosta de sair à noite e gosta de passear com os seus filhos.

    Desejo que o bebé nasça bem e com saúde e que ela continue a melhor Professora do mundo!

Carolina S-C, 5B

Festa das Mães: Uma Mãe Incomparável

Imagem Oferecida por Hellas Multimedia 

    A minha mãe, de cabelos castanhos, de olhos castanhos, de nariz fino e uma boca pouco rasgada, tem um cheiro a que ninguém resiste e, quando estou ao pé dela,  faz-me sentir melhor.

     Ela não gosta muito de andar e prefere ficar em casa a descansar ou a arrumar a casa. Quem me vai buscar à escola, a maior parte das vezes, é ela; pergunta se temos trabalhos de casa e vamos para o futebol às 18h.

     A minha mãe trabalha tanto, tanto que eu não sei onde é que ela vai buscar tanta energia.

     Ela não quer que nem eu nem o meu irmão saiamos do Colégio pois foi lá onde ela estudou e quer que nós sigamos o mesmo ensino, apesar da dificuldade da crise que é mais um obstáculo a ultrapassar.

     A minha mãe é muito gulosa e não consegue deixar de fumar. Ela tenta ajudar sempre, mesmo nas coisas que menos percebe! Melhor que ela não podia desejar!!!!!!!!!!!!!

     O projeto dela para o futuro deve ser manter-nos no Colégio apesar da falta de dinheiro.

                          NÃO HÁ  MELHOR MÃE QUE A MINHA!!!!!!!!!!!!!!!!!!! 

Frederico L 5C

Festa das Mães: Uma Parte do Meu Coração

 

Imagem: Free Wall Paper

    A minha Mãe é uma das pessoas com menos paciência que eu já vi, mas também é a Mãe mais gira e carinhosa do mundo!

     A minha Mãe é de estatura média, tem o nariz pequeno e bonito como o meu. Os olhos da minha Mãe são os olhos mais lindos que eu já vi: eles são verdes; a boca é pequena e rosada, os lábios são finos. O seu cabelo parece castanho, é curto e liso.  

    A minha Mãe é linda de morrer: é forte, magra e super flexível, porque faz yoga e corre. Adoro quando a minha Mãe usa um vestido cheio de flores!

    Não consigo me esquecer que a minha Mãe gastou quase o seu dinheiro todo só para nos levar para Itália. E foi muito giro!

    Não sei quais os seus projetos de futuro, mas sei que eu, no futuro, pretendo passar mais tempo com ela. 

     Eu adoro a minha Mãe, aconteça o que acontecer. Eu daria a minha vida pela minha Mãe. 

Mell O 5C

 

A Minha Mãe

Maig_0002

Imagem: Joan via Compfight

 

    A minha Mãe é magra, com a tentação de emagrecer… é querida.

    O rosto é oval, o cabelo de um castanho escuro, liso e comprido. Os olhos são castanhos, com uma expressão muito séria, o nariz é fino e direito, a boca, de lábios de um vermelho fraco, um pouco branqueado. A pele é de um tom clarinho, um pouco encarnado.

     Não é muito flexível, mas harmoniza connosco, só que tem um limite.É forte, mas não se vê pelos músculos. Não tem nenhuma roupa favorita, pois tudo ela adora. Não é pirosa, tem bom gosto.

     Aprecio ela preocupar-se com os meus tpc, o seu talento de fazer contas, apesar de não saber matéria de Matemática. Há um jogo que ela gosta muito: joga-se na Wee,  só que só nas férias é que está disponível. Adora procurar músicas na Net para a sua ginástica.

     O meu pai salvou a mãe da Alessandra numa cascata: estávamos no Brasil, a ver uns peixes a passarem, com a Mãe da Alessandra, e ela caiu. O meu pai atirou-se e salvou-a.

Miguel F 5C