Na Oitava de Natal

   Christian Christmas Nativity Scene

Creative Commons License John Dillon via Compfight

     Chegou.

     Silencioso crepitar da alegria que faz saltar faíscas minúsculas e rápidas na expectativa em oração.

    Já o veludo da noite cintila, já a espessura onde os passos se afogam se torna mais firme: abriu-se um caminho escondido entre as águas.

     Que promessa faz erguer assim a haste do coração e o põe a sonhar mais alto do que alcançam as seguranças mortais?

     Que desígnio secreto abre ao meio as nossas certezas cerradas? O aparo afiado da Esperança já inscreve na alma outras fronteiras de Paz.

    E as palavras antigas brilham, agora, como se um risco de fogo as percorresse e enchem toda a abóbada do coração.

     Quem apressou assim o passo das sentinelas que tiritavam de frio nas guaritas? E clandestinamente convocou os povos, sem passar pelas ordens dos reis?

      Eis outro arco-íris, outro pacto. E um silêncio sagrado torrencialmente derruba a inteligência do seu corcel alado: pelos infinitos atalhos abertos no oceano do tempo, a multidão dos pobres já se escapa ao tumulto inútil dos mundos.

     Vão na esperança do Rei que abriu as vias impossíveis, é só a pura esperança d’Ele que os atrai, o vermelho vivo em que se vão transformando os corações de pedra: tingida de amor, a morte expressa nos seus olhos a força da Incarnação.

    “O Verbo se fez carne” – tal é o encontro com o Rei.

OE

O Natal para Mim

Colors of Christmas

Katrinitsa via Compfight

Porque é que se Festeja o NATAL?

     Para mim, o Natal festeja-se porque vieram povos ricos, pobres… de todas as qualidades, ver o nosso Herói a nascer. Em parte, foi graças à vinda desses povos que, Ele percebeu, ao crescer, que ia ser o herói.

  Quão Importante é o Natal para Mim

     Para mim, o Natal é o momento da serenidade, porque Jesus Cristo pôs a Paz no mundo e inventou as coisas mais importantes de sempre. Eu honro as palavras de Jesus e, dentro do possível, tento cumpri-las. Gosto do Natal, porque Jesus nasceu e porque estamos juntos. 

Natal e Solidariedade

      Solidariedade é uma das realidades mais importantes para mim. A Paz também se torna essencial, porque é restabelecida e nós estamos sempre com a Família.

Miguel M, 5A

Tradições de Natal

Merry Christmas

Martin Frey via Compfight

     Dia 25 de Dezembro eu vou para casa dos meus avós paternos com os meus primos. No dia 8, fiz a árvore de Natal em casa dos meus avós. Lá, para comer, tenho guloseimas, bacalhau…

    À meia-noite abrimos os presentes. Os nossos pais põem as prendas debaixo da árvore, enquanto eu e os meus irmãos e primos estamos no quarto a fazer jogos. O que eu gosto mais no Natal é que a Família se junte toda para festejar.

     As Famílias que eu vou ajudar são: pais e uma filha com 12 anos e mãe e um filho também com 12; com a Turma, vamos fazer uma cabaz e oferecer prendas: estamos a angariar dinheiro para as compras.

    No nosso presépio, Jesus é muito giro, é fofinho. No Natal do ano passado, o meu irmão partiu o Rei Mago “Gaspar”, mas agora já está colado.

Carolina A, 5B

O Meu Natal

   golden lamp

Katrinitsa via Compfight

      Eu, o meu Pai, a Mana e a Mãe, todos os anos, no dia 24 de Dezembro, estamos juntos com a minha Família numerosa, todos alegres!

     Abrimos os presentes com as primas, primeiro, com umas botas ou sapatos a localizar o nosso sítio, e depois é que são os adultos, avós e tios…

     Quando eu era pequenino, as cairanças estavam acordadas, à espera que o Pai Natal viesse. Nós íamos dormir, mas a minha irmã e eu saíamos do quarto e íamos para o das minhas primas. E outra pessoa ficava à porta, do lado de trás, a espreitar, a vigiar a vinda do Pai Natal.

    Quando eu era pequenino, já sabia abrir um bocadinho as prendas; uma vez a minha Mãe não me conseguiu apanhar e eu abri a maior prenda: um avião da Play Mobil. Este ano gostava de receber Legos; vou querer fazer uma cidade grande, daquelas que estão em exposição; já montei uma nave muito grande, da Star Wars, que me deram o ano passado, no Natal.

     Nós temos umas sensações diferentes de todos os dias, como: há mais imaginação e alegria; também é um dia diferente, cheio de magia e entusiasmo; tem preparações a mais, comida e pessoas simpáticas à mesa; jogamos jogos e fazemos “seguidas” (1) para ver se o Pai Natal vem por trás ou pela frente da casa; montamos uma árvore com luzes a piscar, de brilhos fixos ou cintilantes. 

      Todos os anos há cabazes de Natal: na nossa turma estamos a fazer dois que servem para ajudar as duas famílias que a Turma recebeu. Já trouxe uma pasta de dentes para um menino de quatro anos e uma papa Nestum. Nós fazemos isto, porque, quando Jesus nasceu, foram lá três Reis Magos trazer ofertas para ajudar; por isso é que fazemos estas ações solidárias.

     Eu quero que o mundo tenha um bom Natal e que ajudem os pobres sem abrigo a terem uma vida mais fácil e a aprenderem a ter uma vida boa e festas, ânimo, alguns amigos.

De Afonso, para o Mundo.

(1) Diretas

Afonso F, 5D

Vivências de Natal

 Christmas Lights

Guido Gloor Modjib via Compfight

     Eu adoro o Natal, pois ele faz com que a minha Família se junte toda.

    Eu acho que o Natal serve para ajudar as pessoas, pois é o Nascimento de Jesus e Jesus ajudava as pessoas.

     Eu gostava de ir à Serra da Estrela. No Natal, costumo estar com os meus avós, primos e os meus pais.

     No Natal eu gosto de construir a árvore de Natal, mas quando eu me magoo, eu não gosto, pois eu não consigo encaixar os ramos, mas chamo o meu Pai e ele encaixa aquilo num segundo.

     Houve um ano em que a minha mãe meteu bolachas na mesa e nós saímos de casa; quando voltamos, os biscoitos tinham desaparecido!

    Às vezes penso – quando estou na cama e não consigo adormecer – se eu fizesse algo, por exemplo, se fosse por um caminho, mas recuasse no tempo e fosse por outro, eu ficava confusa sobre se o meu destino era mesmo esse: mudar o que aconteceu…

Carolina C, 5B

Natal: o Imprevisível

Journey

Robert Hruzek via Compfight

      Natal: abre-se de novo, por entre o tapete coberto de folhas de Outono, o caminho secreto para Belém; por ele entramos no espírito de inaudito recomeço que teima em espreitar pelas fendas das ruínas.

    Imprevisível, a onda do Natal dobra para si os objetivos do mundo: mesmo no despiste das compras e das vendas brilha uma atenção diferente ao facto de haver alguém; uma evidência tão simples, que de repente se torna surpreendente e nos envolve como uma canção.

     Natal: descemos, passo a passo para a pequenez de Belém, até ao abrigo mínimo da Gruta. Entre músicas, pressentimentos e um reinventado espanto, seguimos o vulto que se  apoia no cajado, ao ritmo balançado do burrinho que transporta, clandestino, todo o Tesouro dos Céus.

OE

Querida Ana

suritigre_ana_sofia

Imagem: Zoo de New York 

Floresta dos Castanheiros 6 de Março de 2017

     Querida Ana,

     Estou muito feliz por me teres inventado.

    O meu nome é Suritigre, o meu pelo é fofo, castanho, com riscas brancas.

    Vou contar-te um pouco da minha vida: gosto de viver rodeado de árvores e de ter, ao pé das árvores, uma ribeira. Gosto do inverno: relva coberta de neve, o vento a refrescar-me. Posso comer mirtilos, framboesas e avelãs.

     Os meus amigos são o Timom e o Pumba.

     Sou muito pequeno e tenho a cabeça muito pesada, por isso, quando vou a correr, caio algumas vezes.

     Adorei o desenho que fizeste de mim e sou muito feliz.

Beijinhos para ti,

Suritigre

Ana Sofia D, 5B

Os Sonhos de Natal

arvore_federica

     Eu gostaria muito que a nossa tia fosse passar connosco o Natal para ela se sentir feliz e que tem família; na verdade, a minha tia está internada no hospital com uma doença grave.

     Gostaria que este ano, todo o mundo, incluindo eu e a minha família, tivéssemos sorte, saúde e juízo.

     O Natal, em minha casa, é sempre igual, mas não cansa, porque é passado com a família, que são as pessoas que mais amamos nesta vida.

     Eu e a minha irmã estamos a pensar em fazer poemas inspirando-nos um pouco na Net. Vamos pô-los nas prendas, sem assiná-los e a minha irmã vai decorar os guardanapos com vernizes.

    No Natal, há inesperadas delícias, pois a minha avó vai fazê-las. Iremos oferecer ao meu cão roupas de pai natal para ele entregar os presentes.

    O Natal é um momento de convívio, paz e felicidade, em que as pessoas gostam de estar reunidas.

    Gostaria que o mundo tivesse em conta que o Natal não é todos os dias, por isso temos que o aproveitar bem.

    A minha família vai dar objetos aos mais necessitados, para que o cabaz da escola fique mais enriquecido.

     No Natal multiplicam-se as ajudas porque queremos que as pessoas sejam felizes e sentimos piedade dos que necessitam.

     No Natal ajudamos Jesus a construir a Paz. 

Imagem: da Autora

Federica V, 6B

Um Momento de Paz

     Christmas balls

Katrinitsa via Compfight

     O Natal é o tempo para passar com a família ou com os amigos.

   Uma vez, estava na época natalícia com a família e estávamos a ver um filme chamado Cars 1, quando  a minha prima de 4 anos foi para a entrada da casa e com um altifalante no som grave, começou a gritar:

     – Oh, oh, oh!

     Eu pensei:

     – Que é isto? Eu já sei que o Pai Natal não existe!

      Fui ter com ela, subimos as escadas juntos e continuamos:

      – Oh, oh, oh!

      E à meia-noite, abrimos as prendas! O Natal não cansa, porque o passamos com a Família e recebemos muitas prendas ($).

     O Espírito de Natal consiste em passar em Família, rezar e ter um momento de Paz.

      O Natal relaciona-se com a Solidariedade: há pessoas que precisam de ajuda e ela vai ser uma prenda para eles.

      Eu poderia dar prendas a todos os da minha Família para  fazer algo de totalmente novo este ano.

Afonso S, 5C

Como Será a Minha Árvore de Natal?

     Eu decidi fazer um vídeo sobre a decoração da minha árvore de Natal, pois achei interessante  para o meu público.

     Eu costumo sempre ajudar a minha Mãe na decoração e construção da nossa árvore.

    Acho que ajudar é uma coisa muito importante, pois os nossos pais não têm que fazer tudo.

    Eu sempre gostei de fazer as decorações da minha casa, porque sinto o Espírito do Natal e sinto felicidade.

    Em breve, vou fazer um vídeo dos meus presentes de Natal. O meu objectivo neste vídeo que irei fazer não é  gabar-me, mas sim dar ao meu Público uma ideia do que podem querer no próximo Natal.

    Aprecio, na minha árvore, a sua luminosidade e a “multicolorido” dos seus enfeites.

     Gostei muito da minha árvore de Natal, pois ela traz-me um lado diferente da vida: é ali que se vai passar todo o convívio e alegria.

Inês M, 7B

Espírito Natalício

golden grapes

Katrinitsa via Compfight

     Celebrar o Natal é estar em família, celebrar a amizade, fazer projetos solidários.

     Costumo comemorar o Natal em casa, com a minha Família: à noite estou com os meus pais, avós e tios; no dia 25 estou com os meus primos.

     A nossa árvore já está enfeitada com aquelas fitas brilhantes. Na Ceia, há montes de doces para comer: bolo de bolacha, cheese-cake e a deliciosa mousse de chocolate!

    Espero receber uma PS4, para jogar Fifa 17 e Rocket League.

    O nosso Projeto Solidário é fazer um Cabaz para duas famílias: uma de dois adultos e outra de pais com uma filha de doze anos. Trazemos alimentos, produtos de higiene e prendas.

   Celebramos a amizade na Turma, com a tradição do “Amigo Secreto” em que cada um oferece uma prenda a um colega mas só se descobre quem é na nossa Festa de Natal.

     E é assim que Deus Nasce em nós.

Manuel N, 7B

Memórias de Natal

The last memory of christmas

Creative Commons License Matthias Ripp via Compfight

      Lembro-me que, há cinco anos, a minha irmã mais velha, com a minha idade, fez um presépio e, até hoje, ainda o temos: é o presépio da Família.

       Há dois anos atrás, eu fiz uma estrela de origami com a minha professora: ficou lindíssima e está na nossa árvore de Natal. Nós montamos a árvore todos em família e é muito giro.

      Nos dois últimos Natais, os meus pais distraíam-nos, a mim e à minha irmã mais nova, no meu quarto, com o meu avô e quando acabavam de pôr todos os presentes, batiam uma panela na outra para fazer um barulho e depois vinham os meus pais e diziam: ” – Que barulho era aquele?” E nós íamos a correr, felizes, e abríamos os presentes enquanto a minha Mãe nos tirava fotografias.

       O Natal é um momento para celebrar o nascimento de Jesus: um Deus muito importante para nós. Também é o momento de receber presentes, estar feliz, estar junto com a família, e um momento de Paz.

Vasco L, 5C

Como Preparar o Natal

    Christmas Decoration - Bokeh

Creative Commons License iluvgadgets via Compfight

      O Natal é sempre muito divertido, passa-se sempre em casa da avó, com toda a família.

     Em minha casa, sou sempre eu, a minha mãe e as minhas irmãs que construímos o presépio: é montado sobre musgo, tem uma casinha de madeira onde estão Maria, Jesus bebé e José.

      A minha avó prepara sempre uma comida ótima, que é bacalhau à Brás. Os meus pais dão-me sempre presentes incríveis: há dois anos deram-me uma ida à Serra Nevada e, no ano passado, deram-me uma trotinete de três rodas muito divertida de se andar.

     Eu adoro o Natal, pois adoro andar em conjunto com a minha família; gosto muito de ajudar os outros.

     No sábado passado, fui ajudar numa Campanha dos “Amigos à Mão” que ajuda os que não têm dinheiro para compra comida e livros para a escola.

     Desejo um Feliz Natal, alegria e muitas felicidades: que muitas pessoas ajudem os que mais precisam com muito prazer.

Isabel S, 5D

 

Quanto Amas é o que Importa

   Christmas Ornaments 3Creative Commons License Jim Hammer via Compfight

     O meu Natal é sempre passado com a minha Família: comemos na mesa grande da minha sala. O que mais gosto no Natal é de estar em Família.

      A minha tia vive em Miami e só vem no Natal e nas férias. Depois, o mais engraçado é que o meu Avô faz anos  quando nós comemoramos o Natal, por isso damos-lhe muitas prendas, depois da Ceia, quando vamos abrir os presentes.

      Os meus pais estão agora no Algarve, a comprar os meus presentes; eles não vão ficar muito tempo, pois vêm na quarta-feira.

    Preparamos o Natal assim: é sempre a minha Vovó que faz  comida com o meu Vovô; eu não consigo olhar para eles a rechear e a coser o peru, faz-me impressão.

    Nós também pomos capinhas aos nossos dois cães, para participarem do espírito Natalício.

    Eu, a minha Avó e a minha irmã estamos a fazer uma espécie de árvore de Natal com estrelas de jornal que ficam muito giras!

     Na minha turma, nós temos duas famílias para ajudar: uma tem quatro adultos, a outra tem os pais, um bebé e uma criança. Nós vamos ajudar as nossas duas famílias com cabazes onde vamos pôr alimentos ou produtos de higiene.

      Quando eu era pequenina, os meus pais pregavam-nos partidas. Eles compraram um spray que deitava uns flocos brancos que pareciam neve. Então eles punham flocos no chão a parecer pegadas do Pai Natal e eu e a minha irmã acreditávamos.

     O meu Natal pode não ter muitas prendas, mas o que importa é quanto amas a tua Família E, além disso, reunimo-nos todos!

     Carolina M, 5D

Susto de Natal

     Empty room

Creative Commons License Matthew Paul Argall via Compfight

    No dia de Natal, eu acordei e fui logo disparado para a sala ver as prendas. Mas quando cheguei lá, não estava nem uma prenda! E também não estava a árvore de Natal e nem sequer o presépio!

     Então decidi ir ver se a minha mãe estava na cama. Quando cheguei lá, ela também não estava na cama!

     Eu senti-me assustadíssimo, e fui à cozinha ver se a minha cadela estava na cozinha, mas não estava lá!

      Mas de repente, acordei mesmo e fui ver à sala: estava lá a árvore de Natal, mas o presépio não estava completo!

     Aí ouço a minha mãe a chegar a casa e eu perguntei onde tinha ido a minha mãe. Ela disse que tinha ido com o cão à rua e tinha ido comprar o resto do presépio. UF!

Duarte S, 5c

O Pai Natal Aleijou-se

     This is just the leftovers

Creative Commons License MoToMo via Compfight

     Na noite anterior à festa, o Pai Natal tinha muitas entregas para fazer em Inglaterra; ao entrar numa casa, tropeçou e, como  não se lembrou que já não era magro, o Pai Natal caiu da chaminé e fez uma ferida no joelho.

     O Pai Natal começou a gritar muito alto e a dona da casa foi à sala;  o Pai Natal percebeu que ela sabia a sua identidade. Então a senhora cuidou dele, e disse que podia fazer as entregas.

     Lá foi a senhora e entregou todas as prendas e ninguém suspeitou. Ela percebeu que o Pai Natal só estava gordo porque as pessoas punham muitas coisas boas,  como chocolate, na mesa do jantar.

Vasco L, 6C

O Natal na MInha Vida

The Nativity

Creative Commons License MoToMo via Compfight

     O Natal é muito importante, porque estamos com a nossa Família. O Natal pode ser uma oportunidade boa, porque estamos com aqueles que nós gostamos.

     O Natal pode ser celebrado a comer bolo-rei, passas e muitas mais delícias; quando celebramos o Natal, recebemos prendas; eu gosto quando festejamos todos, até com o meu cão. Quando estamos a festejar, tudo fica melhor: a vida e os nossos sentimentos.

     A árvore de Natal está enfeitada com bolas de cores variadas, brilhantes e fitas vermelhas e prateadas; no presépio, o Menino Jesus e a Mãe, chamada Maria, são os mais importantes, porque eles é que fizeram tudo.

     A nossa vida reluz no espírito natalício; na quadra de Natal, eu queria Jesus.

Mariana C, 5A

A Melhor Festa do Mundo!

     Shepherds 05

Creative Commons License Waiting For The Word via Compfight

     O Natal é uma época muito importante, porque é uma forma linda de festejar o nascimento de Jesus Cristo.

    A minha Família adora o Natal, porque somos católicos e fazemos festas no dia de Natal. A minha casa está toda enfeitada, muito engraçada.

     Tem uma árvore de Natal com muitos bonecos, bolas e uma estrela lá no alto, muito bonita, como todas as outras, amarela e com brilhantes.

     Também existe um presépio, com uma feirinha antiga: uma ponte em que, por cima, está um rebanho (conjunto de ovelhas) e todos os outros animais; e para o presépio não ser igual aos outros, mas sim diferente, tem uma figurinha atrás de um arbusto, a fazer cocó! E o mais bonito é a Casa Sagrada, no centro.

    Agora vem a parte engraçada: no dia 24 vou para casa da minha avó materna, com os meus 16 primos, tios e avós… Depois, no dia 25, vou para casa da avó paterna, com os meus 16 primos, tios e avós…

     Este Natal, vou pedir um Skip it conta voltas; um exe para a prancha de Surf, da “Semente Nova”; um jogo, roupa da “Antimilk“; sapatos novos para a escola, sapatos para caminhar e botinhas de Surf. Em casa do meu avô materno ainda recebo 10 euros; ele era um toureiro muito conhecido – Amadeu dos Anjos – e teve de se reformar; agora vive no paddock da Praia Grande.

     Todas estas maravilhas se passam no meu Natal.

Esperança M, 5A

Natal Magnífico

MERRY CHRISTMAS !!!

-Reji via Compfight

     O Natal é sempre magnífico: pode ser a “tricentésima” vez que é Natal, mas o Natal não nos cansa. Já na rádio se começam a ouvir as canções, já se vê toda a gente com a árvore de Natal em casa, já se comem os chocolatinhos do calendário, até já se sabe o que vai ser o jantar de Natal!

     Mas o que gosto mais é mesmo a União e a Paz. O Natal é para todos e não é só para pedir presentes, mas também para simbolizar o nascimento de Deus.

    Mas  sabem que todos os textos de Natal têm uma mensagem, a minha é simples e tem muito valor: é a SOLIDARIEDADE.

     Como sabemos, há equipas que ajudam os mais pobres e não podemos deixar essas equipas falirem, devemos contribuir para ajudar – até pode ser com um euro, as equipas ficam contentes.

     Por exemplo, a AJU ajuda famílias: é importante dar apoio aos idosos, às crianças da nossa zona, e às mães que não têm dinheiro para cuidar dos bebés. Acho que todos nós podemos dar um pouco, não só poupar dinheiro para dar, mas também oferecer voluntariado e amor.

Tomás G, 6C

Finalmente, o Natal!

Take in your love, and then let me alone.

harold.lloyd via Compfight 

 Mais um ano que passa:

Já se ouvem além os sinos….

Comemos nozes e passas

Damos prendas aos meninos.

E aos cãezinhos também

Que são gente como nós

E todos fazem o bem,

Tanto os pais como os avós.

A Árvore sobre um sopé:

A mãe ficou entalada,

O pai magoou-se no pé,

Mas deu-lhe uma traulitada!

 

Verde e gigante, uma estrela

Fica lá em cima a brilhar,

Bolas vermelhas e belas,

 Luzinhas a cintilar!

Mas aos cães, muita atenção:

Que estão sempre a circular,

E à árvore, um encontrão

Bem a pode derrubar!

Prá equipa do Clube Naval

 Vendi rifas – quase cem!

 – Ganhe um cabaz de Natal

E o lucro é pra nosso bem.

 

Logo a seguir ao Natal,

Regatas a decorrer,

Vem um grande vendaval,

Mas – claro – sempre a vencer!

Tomás G, 6C

 (colaboração de OE)

Acreditar em Deus

    Turn my Darkness into Light

Josh Kenzer via Compfight

      Era uma vez um menino pequenino que estava sempre a brincar e a fazer rir as pessoas. Passou um ano e a sua mãe adoeceu com cancro no fígado. Então, todos os dias, de Janeiro a Novembro, o menino rezava para ela melhorar.

      Até que um dia, a partir do primeiro dia de Novembro, o menino pedia sete vezes por dia para a sua mãe melhorar.

     No Natal, à noite, o menino, que só tinha a mãe, ficou no hospital com ela.

     Na manhã seguinte, a sua mãe foi fazer um exame ao fígado. O médico, passado horas, foi ao quarto dar notícias. O médico disse que o cancro tinha sido resolvido!

     O menino olhou para cima e disse: 

     – Mil graças a Deus!

Afonso C, 6A

Sinos a Tocar

Holiday Decorationsliff via Compfight

     O Natal é muito importante porque estamos com a nossa família a conviver e foi quando Jesus nasceu.

      Costumo ficar com os meus pais a preparar as coisas para a linda cerimónia. Antes de os meus “convidados”chegarem, arrumo o meu quarto para dar melhor aspeto.

     Este ano, em princípio, vou tocar uma música de Natal no piano: “Jingle Bells”; agora estou a treinar uma música clássica no piano, em minha casa, ainda não comecei a treinar a música de Natal.

     Estou muito ansiosa para fazer a árvore de natal, pois gosto de ajudar. As bolas têm bonecos de neve, umas são brilhantes, e o meu irmão põe uma  estrela  lá no alto; a mãe encarrega-se de montar a árvore de Natal e pôr as luzinhas que piscam.   As prendas vão ficar por baixo e à volta da árvore, mas só se abrem à meia-noite.

      Os guardanapos ficam enroladinhos com uma cinta fininha que  tem um pai Natal ou bonecos de neve. A mesa tem petisquinhos e sobremesas como os sonhos e mousse da minha avó.

      Este Natal, desejo a todo o mundo que tenham um feliz dia, que se divirtam com as famílias e os amigos e que sejam solidários uns para com os outros. 

Inês M, 6C

A Bondade do Futuro

holly cluster

Creative Commons License liz west via Compfight

Uma árvore de Natal decorada, para a vinda do Natal. 

Um azevinho pronto para pôr na mesa, para dar vida e a bondade do futuro.

Um frango assado a sair do forno, com aquele cheirinho a perfume saudável e fresco.

A alma do Natal a passear pela casa,deixando amor, felicidade, alegria e esperança.

Cada luz de Natal significa o bom de viver e de seguir em frente.

Mariana R, 7A

A Minha Viagem A Paris

It was a beautiful day
Creative Commons License Photo Credit: Arthur Täysikuu via Compfight

     Eu adorei quando subi à Torre Eiffel: fui até ao andar do meio, se não fosse o vento, tinha ido ao andar mais alto, no topo.

     Gostei muito da atitude dos senhores que estavam na bilheteira: como a minha Mãe anda de cadeira de rodas, deixaram-na passar à frente da gigantesca fila para subir à Torre Eiffel.

     Quando estava a subir no elevador da Torre Eiffel, só pensava em ver a paisagem de Paris. Quando a vi, fiquei de boca aberta: a paisagem ficou-me na memória.

     Na noite de Natal, gostei quando conversei com o Pai Natal; depois de tirar duas ou três fotografias dele, deu-me um saco de moedas de chocolate.

Martim P, 6A

Natal 2015

Christmas red ballsPhoto Credit: Tambako The Jaguar via Compfight

      Natal : Chegaram todos de uma vez – bombardearam-nos com a família toda de uma vez!       

     Eu e o meu primo jogamos um pouco de PS4 enquanto a festa não aquecia.

     E lá fomos ao bacalhau. A minha irmã, com uma cara de enjoada, disse que não queria e não comeu. Mas eu comi!

    Passámos para o espetáculo de Piano: canto, anedotas e poemas. Foram todos os rapazes para a cave jogar um jogo com cerveja ( eu e o meu primo metemos um bocado de vodka no nosso Ice Tea).

     Assim foi a nossa noite. Só no dia seguinte é que recebemos presentes. Quando jantamos no dia 24, com a família do nosso pai, eles dão os presentes aos meus pais e metem no meu sapatinho… 

(Transcrição)    Miguel F, 7B

A Véspera de Natal

DSC_0046.jpg
Photo Credit: HackerJL via Compfight 

     Era o dia 24 de Dezembro e eu estava ansiosa porque ia passar a véspera de Natal em casa da minha avó, e íamos abrir os presentes.

     Quando eram sete horas, fomos para lá. Apareceram os meus primos, os meus tios, as minhas avós e outras pessoas da família.

      Depois fomos jantar; nós, as crianças, comemos primeiro, e depois foram os adultos. Quando os adultos estavam a comer, vimos um filme de Natal muito giro.

     Nós todos estávamos à espera que fosse meia-noite, mas parecia que o tempo não andava e começamos a ficar fartos, porque estávamos ansiosos para abrir as prendas.

     Finalmente, era meia-noite; antes, eu tinha dito à minha irmã e aos primos parar irmos arrumar o quarto onde tínhamos estado a brincar. Foi então que ouvimos um sino que parecia ser de renas… De repente, bateram á porta, vimos uma data de presentes no chão! Foi espetacular!

     Depois estivemos a tirar os presentes da rua e pusemos cá dentro; a minha Mãe e a minha tia leram os nomes que estavam escritos nos presentes. Eu recebi muitos presentes, foi fantástico receber aqueles presentes todos!

     Eu adorei este Natal, por estarmos todos em família e recebi muitos presentes.

Mariana H, 6C

Natal 2014

feu d'artifice du 14 juillet 2013 sur le sites de la Tour Eiffel et du Trocadéro à Paris vu de la Tour Montparnasse - Fireworks on Eiffel Tower

Photo Credit: Yann Caradec via Compfight

        Este ano vou à Disney com os meus pais e o meu irmão.

     Há cinco anos atrás, eu fui passar o Natal à Disney; volto agora, porque gostámos muito e também porque queremos passar o ano no restaurante da Torre Eiffel – que deve estar cheio!

      Nos outros anos, costumo passar o Natal em casa dos tios ou dos pais!

      Uma vantagem de passar o Natal fora do país é que posso fazer patinagem no gelo entre outras atividades.

     Gosto de fazer a árvore de Natal, mas o que gosto mais é do presépio que tem algumas personagens giras. Mas o presépio que gosto mais é do que está em exposição no Cascais Shopping: vai pelos ramos acima de uma árvore de Natal. Há figuras a moverem-se, casas de tijolo, algumas com varanda. Tem uma ponte para  nós passarmos: quando estamos a olhar para o presépio, nas nossas costas está um lago, ode podemos atirar moedas e pedir os nossos desejos.

    Este Natal desejo férias e gostava de receber um simulador para a PS2. O meu voto para os estudantes:

     Não andem à briga com ninguém, portem-se bem, estudem, passem nas provas e fiquem amigos sempre.

UM BOM ANO NOVO E UM FELIZ NATAL

Martim P, 6A

Um Novo Ano de Glória

     The Wise Men 04
Photo Credit: Waiting For The Word via Compfight

     Eu costumo reunir-me em casa dos meus pais. Quem costuma fazer a árvore de Natal sou eu e a minha mãe. Gosto de ver as estrelas cintilantes e as fitas douradas. No Natal celebramos o nascimento de Jesus: por isso fazemos o presépio, trocamos presentes e a as famílias reúnem-se com Amor e Paz.  

      Os meus pais só me deixam abrir os presentes às 12h. Eu fico a conversar com a minha família, em casa, no quentinho! Eu gostava de receber um Tablet para jogar. O que eu gosto mais de dar aos meus pais é o meu carinho.

         Na minha escola, estamos a preparar a Campanha do livro solidário, para a AJU. Temos um amigo secreto para trocarmos as prendas.

    Desejo um santo e feliz Natal à minha família e aos amigos, do fundo do coração.

    Cada Natal é mais um ano de Glória!  

Carolina F, 5C

Uma Menina no Natal

Flight to Egypt 17
Photo Credit: Waiting For The Word via Compfight

     Era uma vez uma Família que se reunia em casa dos avós, no Natal. Nessa família, quem fazia o presépio eram as crianças. Quem montava a árvore eram os adultos, mas quem a enfeitava com as luzes eram as crianças.

    Uma das crianças, que estava a escrever uma poesia, gostou de um caderno que lhe deram. O que essa menina gostou mais de oferecer foi um avião telecomandado. E essa menina está  a pensar o que há de pôr em 2014 para decorar a casa no Natal.

     Na escola, ela pensa escrever poemas para colar na parede. Ela quer trazer várias coisas para ajudar os oturos. Ela gostaria de receber uma caneta, um lápis e uma borracha.

    Ela gostaria que a Família tivesse Amor e Paz. Os amigos também. E queria que todas as Famílias fossem amigas.

    Ela não se cansava no Natal, porque a menina gostava de ver a Família que não via durante o ano. Quando ela foi a Itália, conseguiu o espírito de Natal: a menina gosta de como as pessoas ajudam as pessoas que precisam de ajuda.  

    Ela achava que o que poderia fazer de totalmente novo era estudar mais, para tirar boas notas no 2º Período. 

     A menina explicou a um amigo que o Natal, cá na Terra, é quando Jesus nasceu.

Madalena C, 5A

O Meu Natal

Nativity
Creative Commons License Photo Credit: jaci XIII via Compfight

      Eu costumo ficar o Natal em casa da minha avó, que se situa no Porto, ou o meu avô vem a minha casa.

     Antes do dia dos Reis Magos, a minha empregada faz a árvore de Natal. E quando a Mãe chega a casa, faz o presépio, claro, com a minha ajuda!

    Na véspera de Natal, eu e a minha família comemos sempre um ou dois frangos e uma prato de peixe cozido. A minha sala só está enfeitada com o presépio e a árvore de Natal com brilhos cintilantes.

     Nós só podemos abrir os presentes na manhã de Natal, mas quando os meus pais acordam. O presente que eu mais gostei foiu um computador e um tablet! O presente que eu mais gostei de oferecer foi uns deliciosos bombons à minha avó.

     Eu gostava que a minha casa estivesse decorada com fitas coloridas, uma faixa a dizer: FELIZ NATAL! e muito mais. A escola, gostava que estivesse decorada com uma gigante árvore de Natal e muitas estrelas!

     No meu coração, quando chegar o Natal, gostava que estivesse sem pecados. Gostava de receber um avião telecomandado. Os meus votos para a minha Família, é que tenham o que mais desejam no Natal! Para os meus amigos o mesmo: tudo o que sonharem! Em relação ao mundo, gostava que houvesse “PAZ MUNDIAL”!

    O espírito do Natal é estarmos com a Família, para celebrarmos os anos de Jesus.

Afonso P, 5B

Memórias de Natal

     Daley Plaza Christmas Tree: Yellow Ornament
Photo Credit: laffy4k via Compfight

     As memórias de Natal estão sempre vivas em nós: em especial, costumamos sempre começar por um jantar em casa da minha avó, que faz um grande jantar de família! Com tios, primos, tios-avós, muita gente!

     Logo na entrada da casa da minha avó, vemos a árvore linda, toda decorada com bolas, estrelas, luzes…

     A pouco e pouco começam cada vez mais pessoas a chegar, é incrível!

     A mesa decorada parece mais uma mesa de Rainha espantosa e cintilante, tudo o que se põe em cima daquela mesa fica com um ar mágico, ou melhor, BRILHANTE! Há reflexos dourados, prateados… até me pergunto a mim própria, o Natal…porque tem tantos encantos, com tão diversas coisas a brilhar?

     Mas quando me pergunto, vem-me logo à cabeça:

     – Pois é! O Menino Jesus nasceu!

     Ora que idiota… de repente, dou por mim e estão as minhas queridas e lindíssimas primas a puxar o meu vestido:

     – Anda prima, vamos brincar!

     Para ser sincera, estar com elas, são muito divertidas, são as minhas priminhas! Tendo em conta que já fui a mais nova da família, percebo o que lhes viria á cabeça se eu dissesse que não; de facto, não seria nada bom. Mas depois, quando começamos a brincar, nunca mais paramos!

    Quando é hora de jantar, cada um no seu canto: as crianças na mesa pequena e os adultos na outra mesa, a minha avó e o meu avô estão sempre na cabeceira e a família toda reunida nos seus lugares. Depois, a minha avó, com a ajuda dos primos, vai buscar o jantar. Na ceia, às vezes, nem janto, com tanta brincadeira…

    Gosto de ver a árvore rodeada de presentws, alta, verdejante, por entre os ramos brilham as bolas douradas. Desejo que vivam um feliz Natal, que recebam muitos presentes e que corra o ano bem a toda a Família e aos meus amigos.

Sofia VG, 6A

As Minhas Tradições de Natal

In the Christmas Tree
Photo Credit: Susanne Nilsson via Compfight

     Quando é Natal, passo-o na minha casa. Uma coisa que eu gosto de fazer no tempo de Natal é montar a árvore: enfeito-a sempre eu, às vezes com a minha Mãe, a minha prima e o meu primo.

     Na ceia, comemos, normalmente, lasanha ou bacalhau e, para sobremesa, bolo-rei.

    Nós abrimos os presentes sempre à meia-noite, é o nosso ritual. O melhor presente que recebi foi o meu primeiro telemóvel.

    Este ano, quero que a casa fique mais decorada, eu penso fazer mais decorações, feitas à mão, com alegria, paixão e carinho.

   É isto que eu sinto no Natal: sentimo-nos alegres, reunidos. Espero o Natal com amor, como uma pessoa que adoramos , de quem temos muitas saudades: vemo-la e damos-lhe imenso amor.

Mariana S, 5C

O Natal em Família

     Christmas tree 2008/1 Рождество, Liechtenstein
Creative Commons License Photo Credit: Hellebardius via Compfight

     Eu passo o Natal em minha casa com os meus avós, os meus pais e os meus tios avós. Eu e o meu pai gostamos de fazer a árvore. Há três dias atrás, o meu irmão e a namorada mandaram três vezes a árvore ao chão e partiram bolas! Gosto em especial de um presépio feito por mim e pelos meus pais. Costuma estar numa mesa pequenina perto de uma janela; fizemos as figuras com esferovite e rolhas. Pintamos as caras e os cabelos; eu pintei as ovelhas com uma espécie de pedra que pinta.

   Na ceia, comemos bacalhau e polvo com batatas; a mesa está enfeitada com chocolates e um presépio e enfeites a fazer de neve.

    À meia-noite, nós fazemos o amigo secreto com a família e o meu cão também! Uma prenda inesquecível foi uma que os meus irmãos me deram: uma caixa de sapatos cheia de paletes de gomas. Este ano gostava de receber um telemóvel com ligação à net e aplicações. Gosto de desenhar, com lápis de cor e canetas; estas férias vou treinar no meu Diário Gráfico.

    Eu desejo a todos um muito feliz Natal e que entrem com o pé direito em 2015!

Carolina N, 6A

Natal

     Merry Christmas & Happy New Year To You
Creative Commons License Photo Credit: Mohammadali F. via Compfight

     Costumo reunir-me na casa dos pais, mas às vezes fico em casa dos meus avós. 

     A minha mãe é que faz os enfeites da casa e o presépio. Na ceia, eu como arroz de polvo e, ás vezes, empadão de bacalhau e espinafres, mas eu não gosto. As deliciosas sobremesas que prefiro são Baba de Camelo e Mousse de Manga.

     Na sala, cintila a Árvore com as suas luzes a piscar e ainda uma fiada de lâmpadas brilhantes que acendem no presépio.

     Esperamos pela meia-noite e vamos, a minha mana e eu, buscar os presentes. Como ela acredita no Pai Natal, eu a a Mãe saímos pela cozinha, pomos prendas à porta, tocamos á campaínha e voltamos a correr para a sala.

Ana Carolina O, 5B

O Meu Natal

 

Brooklyn_Museum_-_The_Nativity_-_Cuzco_School_-_overallAtribuição: Wikimedia Commons

     A Emoção      É uma Alegria no Coração;

     O Natal é o Jesus,

     É daí que nasce a Luz.

 

    As árvores de todos os Natais

   São uma felicidade para todos os casais.

   Eu gosto de prendas:

   São muitas diversões,

   Que nos aquecem os corações!

Vasco L, 5B

 

O Natal

 

Manner_of_Abraham_Bloemaert_-_Announcement_to_the_shepherds_c1600_mini

     Imagem: Wikimedia Commons

     Jesus nasceu no dia 24 de Dezembro; daí nasceu o Natal alegre e de outro mundo. Deus, o nosso Rei, o nosso Pai, o todo poderoso e o mais alegre.

     Dia 24 de Dezembro, todas as Famílias de todos os Países celebram o Nascimento de Jesus.

    A savana é onde uma pessoa corre perigo, inventa as suas próprias histórias, consegue realizar os seus sonhos e isto assemelha-se ao Natal.

    A celebração é a alegria que vem do coração.

Vasco L, 5C

Uma Mais-Valia para a Humanidade

Shining Star
Creative Commons License Photo Credit: Muhammad Ahmed via Compfight

     O Natal é a minha altura do ano preferida, porque nessa época as casas estão sempre quentinhas, pois estáo cheias de famílas em conversas inesgotáveis, risos e canções.

     Para mim, no Natal ninguém deve estar aborrecido com ninguém, porque é uma altura mágica, em que não há brigas, mas sim amor de pais para filhos.

     No Natal, gasta-se mais luz, mas a casa está enfeitada e é mágico.

    O Menino Jesus foi uma mais-valia para a humanidade, e, apesar de adorar o Natal por imensos motivos, esse é o principal.

    O meu enfeite preferido é a estrela. Para mim, a árvore de Natal tem de ser grande e gorda, as fitas, bolas, pais natal, renas, luzes, têm de estar bonitos e perfeitos, tal como eu. 

Matilde S, 6B

Quando Deus Nasce

     Merry Christmas
Photo Credit: Angelo Amboldi via Compfight

    Em minha casa, no Natal, comemos bacalhau. Sou eu que enfeito a árvore de natal. Este ano poderia enfeitar a árvore com fitas vermelhas, bolas mágicas e uma felicidade diferente. Este Natal, gostaria mais de receber uma PS4.

    O Espírito de Natal consiste em comemorar Deus ter ressuscitado e estarmos juntos em família.

    O Natal não cansa, porque ganhamos prendas e as pessoas ficam felizes, mas o melhor é dar presentes às pessoas que não têm nada, porque assim não recebemos nada dos outros. As ações solidárias são dar comida aos pobrezinhos.

    Eu já fui escuteiro e perguntei, no Pingo Doce, se as pessoas queriam participar no Banco Alimentar.

   O Natal é quando Deus nasce e nós recebemos prendas.

Manuel N, 5A

Um Natal Para Todos

     Dickens Village #3
Photo Credit: Kevin Dooley via Compfight

     No Natal, nós reunimo-nos na casa dos primos. Em minha casa, sou eu  e a minha Mãe a fazer o presépio. Para comer, há bacalhau à Brás, um bufete com cachorro quente, pão com salsichas, pizza com salame e muito mais.

     A sala vai estar enfeitada com um urso, um pássaro e a árvore de brincar a piscar. Para abrirmos os presentes, eu e as duas primas damos as prendas; cada um só pode abrir quando todos tiverem as prendas. Este ano recebo prendas de Natal por causa das notas; só pedi uma: uma tablet só para mim.

    Com ela, se calhar, vou pesquisar os animais para as aulas de EV, de Et e CN e também vou jogar.Se tiver a Tablet, jogo Subway Surfer e outro de um homem que tem um motor a jato nas costas e voa; ainda há outro jogo que é um cowboy que está numa cadeira e tem uma pistola para matar os zoombies.

     Nas férias de Natal, brinco com os amigos; alguns são meus vizinhos e jogam comigo no Clube de Futebol de Cascais.

     A todas as pessoas do mundo desejo Paz e Amor.

     Eu queria ser o homem mais rico do mundo…

Merry Christmas!

André S, 5A

O Espírito do Natal

     Christmas Tree ΦωΦ 〜♪
Photo Credit: きうこ via Compfight

     O Espírito do Natal vem dos nossos primos, avós, pais e familiares, mas, lá no fundo, vem da alegria de todos nós. Quem decora a árvore de Natal é a minha avó, com muita ajuda nossa e, principalmente, com o espírito de Natal e alegria pois na minha família não perdemos a esperança de Jesus Cristo nascer.

     O Espírito de Natal consiste em ajudar os mais pobres, não os tratar como se fossem escravos, mas sim como se fossem pessoas normais. Se tivermos muito dinheiro e formos egoístas, um dia, podemos ser nós a necessitar e ninguém nos vai dar nada, senão Deus Cristo, a Sua proteção.

     O Natal é quando Deus Cristo nasce e há esperança em todo o mundo, há muita felicidade diferente, luzes coloridas de cores imaginárias, enquanto esperamos pelas misteriosas surpresas deslumbrantes dentro daquelas caixinhas pequenas e magníficas.

     No Natal temos o espírito de ajudar os outros, espírito de equipa, espírito de companheirismo.

    A magia do Natal vem do coração deste convívio e do delírio de celebrar a libertação de Jesus Cristo na Terra. Se nos esforçarmos e empenharmos, conseguimos ver Jesus num horizonte infinito. Ele a fazer celebração connosco, numa festa cheia de música, com pessoas a dançar, a mostrar que o esforço e o empenho valem muito na vida.

Afonso C, 5A

O Natal é um Dia Especial

     MERRY CHRISTMAS !!!
Creative Commons License Photo Credit: -Reji via Compfight

    O Natal é feliz para toda a gente, pois convivemos com as nossas famílias.

     O que eu mais gosto é de montar a cintilante árvore de Natal e o presépio lindíssimo com a minha Mãe.

     Costumamos comer peru assado e leite-creme entre muitas outras delícias.

    Vi um belíssimo filme chamado “Frozen”: achei que era emocionante e que era um filme natalício.  A ação decorre no gelo, estava um abundante frio e era sobre uma menina que tinha poderes especiais.

     Gosto de ver uma fita colorida à volta do candeeiro da sala

    Cada vez que o meu relógio dá as badaladas da meia-noite, fico cheia de excitação para abrir os presentes. Adorei receber uma Nancy, no 4º ano, em que tínhamos de escolher a cor do cabelo, podíamos fazer penteados e maquilhagem.

     Na Escola, há uma Campanha de “Livros Solidários”, das emocionantes rifas e da troca de presentes com o “Amigo Secreto”. Os alunos de cada Turma trazem alimentos representados num cabaz, cada semana há uma lista diferente, para ajudar as famílias carenciadas.

Inês M, 5C

     

Natal

sparking star treeImagem: Christmas Stock  Free Images

     Natal, 

    Que é isto?

    Já sei:

    Um sentimento

    Que me dá Alegria.

 

     Natal, 

     Que é isto?

     Já sei: parece uma onda          de Alegria,

    Risos, Magias, Danças.

 

    Natal, 

    Que é isto?

    Já sei:

    Espera,

    Será que é Amor,                   Felicidade?

   Já nem sei,

   Só sei que Adoro.

Mell M, 7A

A Magia do Natal

     Advent
Creative Commons License Photo Credit: Michael E. via Compfight

     No Natal, costumo reunir-me em casa dos meus avós com a minha família toda. Costumo comer perú, às vezes, bacalhau, em casa da minha outra avó. As sobremesas são deliciosas: pequenas bombas explosivas com imensos brinquedos dentro e ainda os suspiros e os brownies da minha Avó.

     Na sala, a árvore, junto a uma porta de vidro, cheia de iluminações coloridas e bolas decoradas. Pendurados na lareira, dois gorros de Pai Natal.

     Em casa da minha avó paterna, cada conjunto de pais e filhos vai dar prendas aos outros: entre primos, entre tios e cunhados…

    O Pai e a Mãe fazem o presépio comigo e com a minha irmã: uma casinha de madeira que tem duas velas, uma de cada lado, e o Menino Jesus. O resto é musgo, com um lago, com um pato, uma ponte e vários bonecos como pastores e os reis Magos.

     Na Escola fazemos a Campanha do livro solidário; vamos oferecer um cabaz por Turma às famílias pobres;  a nossa sala é enfeitada com pais natal e enfeites de natal.

     Para mim, a chegada do Natal é irmos à Missa. Mas na escola, também contribuímos para o Natal, pois no dia 16 de dezembro há Missa na escola e damos os presentes aos amigos secretos. O presente que eu quero ter este Natal é um computador.

     Desejo que haja paz na minha família; que passem bem o Natal é o meu voto para os amigos. A todas as pessoas do mundo eu quero dizer que o mais importante não são os presentes, é o nascimento de Deus.

     O Natal não cansa, porque é outra vez que Deus nasce. E de cada vez é mais alegre, o Natal;  e também recebemos presentes sempre diferentes.

    Para mim, o espírito de Natal é a reunião da Família, as celebrações festivas e a partilha com os outros.

Tomás G, 5ºC

Uma Festa de Natal Encantada

     chrismas tree
Photo Credit: Pilar Diethelm via Compfight

      Dia 24 de Dezembro, eu festejo o Natal no Porto e em Lisboa, é muito giro!

    Alguns dias antes, eu a minha Mãe fazemos a árvore de natal, mas, às vezes, os meus irmãos também querem fazer a árvore.

    No dia de Natal, nós comemos bacalhau e, de sobremesa, comemos rabanadas deliciosas e uma mousse irresistível.

     Decoramos a sala com o presépio, bonecos de pai natal, bolas coloridas, luzes na árvore, estrelinhas douradas, bonecos de neve…

     Quando é meia-noite, eu dou as prendas a toda a gente e, às vezes, o meu tio, muito divertido, também dá.

    Adoro as minhas prendas, mas as que gostei mais foram um quadro para desenhar, uma Nach quando era pequenina… o presente que gostei mais de dar foi uma pulseira muito gira.

     No dia em que toda a gente pensa no Natal, eu, para ter um ambiente de Natal melhor, ponho uma música de Natal, para quando enfeitar o presépio, estarmos a dançar e a conversar na sala.

     Quando houver a Campanha na Escola, eu gostava de dar tudo o que pedissem. No cabaz, queria enfeitar a caixa de Natal.

    Gostava de enfeitar a sala de aula com pais natal, estrelas, fitas coloridas…

    E gostava de preparar o meu coração com o nascimento de Jesus.

Mafalda A, 5B

Um Natal Sempre Novo

     Stars
Creative Commons License Photo Credit:
Gertrud K. via Compfight

     Este ano, eu queria decorar a minha casa com um presépio lindo, uma árvore de Natal cheia de luzes coloridas, renas em miniatura, anjinhos e pais natal, fitas brilhantes e muitos mais enfeites bonitos.

     Na escola vamos fazer uma festa de Natal; dia 16 vamos à Missa, depois vamos para as salas com os nossos Diretores de Turma; pomos música, dançamos, trocamos presentes com os nossos amigos secretos, trazemos bolos e bebida.

   No meu coração dou atenção aos sinais do Natal, tenho uma atitude de cuidar os meus pensamentos, admiro o nascimento de Deus.

    Na hora das prendas, eu gostaria de ter a minha família toda reunida.

    A todas as pessoas do mundo, eu gostaria de mandar uma mensagem: queria que houvesse paz e amor.

Carolina S-C, 5B

Advento – 9 de Dezembro

Faith or the March of the Little Candles
Photo Credit: José Manuel Ríos Valiente via Compfight

“O Natal somos nós ao contrário.
Somos nós com os bolsos do avesso.
Somos nós outra vez meninos a aprender
outra vez a tabuada.
Outra vez sentados à lareira.
Somos nós outra vez rodeados de gente e de carinho.
Somos nós outra vez humanos.
Somos nós outra vez a fazer presépios de musgo
com as nossas mãos cheias de terra e de amor”
 D. António Couto

Pastoral do CAD

Natal na Quinta

Santa up close
Creative Commons License Photo Credit: Rosa Blue via Compfight

           No Natal, na minha quinta, reunimo-nos quase a nossa Família toda, visto o meu avô, tio e primos de África não virem. Mas todos os Natais são bons: estamos com a Família e recebemos prendas.

     Ao longo da minha vida, as minhas prendas favoritas foram: o meu primeiro coelho, o meu periquito-de-coleira.

     Este ano, penso fazer um presépio grande – como é o costume – e, pela primeira vez, um recinto Natalício para coelhos.

     Este ano, como prendas, queria receber uma playstation 3 com o jogo “O Tempo dos Dinossauros”.

     O Natal também é época de ajudar o Outro, porque, se nós recebemos prendas, outra pessoa poderá não receber.

     Se, no Natal, aparecesse um E.T. recém-chegado ao “Planeta Azul”, para eu explicar-lhe o que é o Natal, dizia-lhe que é uma época em que celebramos  o Nascimento de Jesus, época para estar com a Família e, de outro ponto de vista, de receber prendas!

Rafael N 5D

Natal

     
Creative Commons License Photo Credit: minato via Compfight

     O  meu Natal é sempre maravilhoso e o mais giro do Natal é que sou eu a fazer a Árvore e o Presépio.    

      O presente que eu gostei mais de oferecer foi o presente que eu dei aos meus pais: uma viagem para o Algarve! Mas eu não consegui oferecer sozinha, eu e as minhas irmãs oferecemos todas juntas.

     Eu quero, para os meus amigos, que eles tenham um Bom Natal, como eu tenho todos os anos. Se não tiverem prendas, não faz mal, porque o que interessa é ter a Família e os Amigos com muita alegria.

     Eu costumo fazer umas árvores de Natal pequeninas com cápsulas de Nexpresso; este ano, podíamos por-lhes os nomes de toda a gente e, no Natal, dávamos a cada pessoa para pôr na sua Árvore de Natal. Mas isso, este ano, já não vai ser possível, porque a minha tia, no dia 9 de Dezembro de 2011, morreu e o nosso Natal foi muito em baixo.

     Mas eu, agora, para fazer homenagem à minha tia, vou tentar fazer o que ela fazia comigo; também faço muitos desenhos, com cores de Natal,  a dizer “Bom Natal”.

Caetana R 5C

Um Natal Especial

Dickens Village #3
Photo Credit: Kevin Dooley via Compfight

       O Natal com a Família da Mãe é super divertido, vamos  para a casa da minha tia avó.

     Das 7h às 11h 57 ficamos a festejar o Natal e a brincar. Temos um chapéu de Pai Natal onde pomos os nomes de todas as pessoas da família. Desde Novembro, uma tia minha é que prepara e dá a cada um uma pessoa a quem dar a prenda.

     O ano passado recebi um telemóvel, os meus pais é que mo ofereceram, foi tão especial, gostei muito! Este ano, vou deixar que decidam o presente que me vão dar, mas, para mim, a melhor prenda é a alegria de todos na festa de Natal.

     Para este Natal, a minha avó e eu tirámos da Internet umas figuras de Reis Magos. Imprimimos e vestimos os Reis com recortes de tecidos coloridos, adaptados aos desenhos.

     Para enfeitar a minha casa, vamos pôr uma árvore de Natal, bem iluminada e com muitas cores. Para o jantar, pomos uma toalha branca e guardanapos vermelhos,  copos bem brilhantes e bonitos, e, por baixo dos copos, tenho uma proteção verde. Assim fica um Natal ótimo.

Matilda T M 5A

 

O Melhor Natal do Mundo

           pretty parcels
Photo Credit: Shimelle Laine via Compfight

     Era a Consoada e eu estava muito feliz quando percebi que o Pai Natal já vinha e trouxe-me a Wii. No próximo Natal, quero ter a PS4, o Black Ups Ghost – um novo jogo – mas gostava de voltar a receber o presente mais inesquecível: o helicóptero telecomandado.

     No Natal, quero que a minha Família receba os melhores presentes do mundo!Por exemplo, acho que a minha Mãe gostaria de ganhar muitos clientes para vender as suas Obras.

     Aos meus amigos desejo um bom Natal, com os melhores cumprimentos do Pai Natal e muitas sobremesas.

     Para mim, o Natal é muito divertido, porque vejo os meus primos, os meus amigos e toda a gente gosta de receber presentes.

     O espírito de Natal é feito de muito amor, alegria e grandes recordações.

     Considero que o Natal é o nascimento de Jesus; como os Reis Magos e os Pastores deram-Lhe presentes, nós também recebemos presentes; como Jesus é Deus, nós juntamos a Família alargada – pais, irmãos, e ainda avós, tios e primos –  para fortalecer os laços.

Afonso R 5D 

A Magia do Natal

Dicken's Village at Night
Photo Credit: Kevin Dooley via Compfight

     No Natal, as prendas mais inesquecíveis que recebi foram uma bola de futebol, um jogo para a PSP e um livro dos Cinco.

          A prenda que gostei mais de oferecer foi uma que eu fiz: o presente foi um urso de peluche.

     Nesta época festiva, celebramos o Espírito Natalício e vemos os membros da família na ceia de Natal.

     Para a minha família, eu queria dar-lhes livros para eles aprenderem.

A um menino extraterrestre, eu explicava que o Natal era uma festa para celebrarmos o nascimento de Jesus.

     Este ano, para celebrar o Natal, eu vou ligar à minha Família e vou convidá-los para ir a minha casa festejar.

Bernardo M 5C

Como é Importante Festejar o Natal

Silent Night on Main Street at Christmas
Creative Commons License Photo Credit: Tom Bricker via Compfight

     Em minha casa, eu e os meus pais fazemos a árvore e o presépio.

     A sala tem a árvore de Natal e a outra sala às vezes tem uma árvore pequenina que dá luz.

    Gosto muito do Natal porque recebo prendas. Recebi uns batôns que têm cheiros diferentes e ainda tenho!

     A um extraterrestre que me perguntasse, dizia que o Natal celebrava-se porque era o dia do Nascimento de Deus.

    Eu desejo a todas as pessoas do mundo, um Feliz Natal!

 Carolina N 5A

Natal

Rainy Winter Night

Creative Commons License Photo Credit: Justin Brown via CompfightCreative Commons License

     O Natal já está à porta e, como sempre, vamos festejar todos em família e como Deus nos ensina.

     Almoço sempre com a minha família da Mãe e nunca nos sentimos tão unidos, esquecemos o resto e passamos umas horas em comunhão, é tão agradável!

     Assim, pelas cinco da tarde, já estamos a caminho de casa dos meus avós ou da minha tia; gosto muito do jantar, e, normalmente, vamos à Missa do Galo: umas horas bem passadas.

     Normalmente rezamos, na família do meu Pai, uma Avé Maria, antes de abrir as prendas.

     Sentimo-nos sempre acariciados por um espontâneo carinho e, sem repararmos, há surpresas deslumbrantes que são obras de Deus. Como é que pessoas que mal conhecemos  e ali sentimos uma misteriosa liberdade? Não me perguntem, que não sei, são obras de Deus.

    Tão bom recordar… mas ainda é melhor começar a preparar o novo Natal: todos a enfeitar a casa, com o convívio… é mágico, lembramo-nos das criações infantis que eu e a minha irmã fazíamos na creche.

     Os presentes são cada vez menos – obra da crise – mas aprendemos a partilhar como Deus quer. O nosso coração desperta para a comunhão e a liberdade… sem palavras.

     Para este Natal, desejava que a minha Família tivesse saúde, uma vez que há quem não a tenha.

Gostava, agora que já estou no fim, de mandar ao mundo uma simples mensagem:

A Agressão não é Solução.

Vasco S 5A

O Meu Natal

   love
Creative Commons License Photo Credit: open-arms via Compfight

     O Meu Natal começa com um ambiente muito bom. Começam a chegar os tios, a tia ,o avô, a avó, os primos…

     Trazem sempre sacos gigantes cheios de presentes lá dentro, põem-nos em baixo da árvore de natal, feita por mim, pelos meus irmãos e pela minha mãe. Para o presépio, somos nós que vamos buscar musgo à serra de Sintra.

     As pessoas estão sempre atarefadas na cozinha. Mal toco com um pé na cozinha, começam logo a dizer:

     – Vá brincar, vá brincar, aqui há muita coisa a fazer!

     A sala está cheia de decoração: nas janelas, muitos enfeites e, na mesa, o serviço todo bonito, com motivos de Natal.

     Depois, os adultos começam a chamar-nos:

     – Para a mesa! O Jantar já está pronto!

     Nós sentamo-nos e começamos logo todos a falar.

     Depois do jantar, os adultos vão para o escritório e nós vamos atrás coscuvilhar. Quando chega a hora, começamos todos a abrir os presentes!

     No dia seguinte, passa-se o dia muito giro, mas com pai.

     Eu adoro o Natal: o ambiente é sempre muito alegre, com os primos, com os tios, os avós…

   Nas semanas seguintes, eu fico sempre a dizer: “- Quero o Natal!Quero estar com a Família”.

     Ele não cansa e é sempre muito divertido.

Teresinha R P 5A

 

 

O Natal É Para Todos

   12 days till Christmas!
Creative Commons License Photo Credit: Tristan Martin via Compfight

    Na minha Família, a Tradição de Natal  é fazer um grande jantar de família em casa da Avó, com a família inteira.

     Fazemos uma grande festa, com tudo colorido, com coisas de Natal: pratos com tiras de ouro, garfos tão limpos que até parece que foram comprados ontem, guardanapos encarnados e, um toque final: a toalha de mesa, limpa, direitinha, macia, de que todos gostam.

     Na sala de estar, ouvem-se as pessoas contentes, os primos pequeninos a jantar e a festejar.

     O que desejo para a Família é um grande Natal e um feliz Ano Novo, mas para as minhas primas pequenas, é muito especial: é bom Natal, que recebam muitas presentes, porque nem todos têm presentes.

     Se eu enviasse uma carta ao Mundo inteiro, pediria que ajudassem os que precisam mais do que nós e, em cada envelope, decorava com enfeites de Natal .

O Natal é sempre igual, porque todos os anos as famílias reúnem-se e festejam juntas. 

Se um jovem recém chegado de Saturno me perguntasse o que é o Natal, eu diria que era uma festa muito feliz, em que a família se reunia, recebe presentes, estão todos felizes, dão abraços, agradecem e é uma festa de que ninguém se cansa e acontece todos os anos.

Sofia V G 5A