O Que Me Dá Asas

     Sportavia Fournier RF4-Redhawks Display Team-Duxford Oct 2010

Feggy Art via Compfight

     Eu vejo no amor as asas de cupido; eu vejo no inferno as asas do diabo mal amado; eu vejo no céu as asas do anjo cristalino, aquelas asas que nos dão asas para voar!

     Numa certa altura, eu vejo tudo pequenino, a pouca distância, eu vejo o anormal; aquilo que eu chamo de divertido é aquilo que não é natural… Brancas, lindas, fofas e ardentes, caindo uma a uma, as plumas daquele ar sedento. Sedento de vento, de nuvens, de amor e paixão, sedento do céu, da imensidão.

    Elas colaram-se nas minhas costas, como o mar beija a areia e não me quiseram largar, eu era como uma sereia.

Lara B, 9A

Se uma Ave paira no Céu

Sep 28 201615769

Creative Commons License Henry via Compfight

Se uma ave paira no céu

É porque o céu é só dela

Dela e de mais alguns

E especialmente de quem paira no seu vento

Mas essa ave que paira no ar

Pode cair do céu

Num simples olhar

O ar pode ser profundo

E levar a ave com o vento que nasce ao luar

Luar que deixa o vento fluir

Fazendo com que a ave flutue pelo ar

Descendo pelo céu abaixo

Com um ar constrangedor no olhar

Deixa todos em baixo

Com seu ar de desgostosa

Mas que pena, esta nossa ave amorosa

Um dia, havia uma ave linda a voar

Era tão linda que nem consigo imaginar

(Concurso Ondas de Poesia)

Lara B, (2015)

O Mar Leva-me até ao Fim

See you soon

Christian (exploring Copenhagen) via Compfight

Existem vezes

Em que o mar me leva até ao fim

E não me deixa despedir daqueles que me amavam, sim

Éramos um, eu e o mar e o mar e eu…

Quem nos via não diria que éramos cúmplices tu e eu

Houve vezes em que me apaixonava

Mas mesmo que tente já havia alguém que amava

E assim foi só me levar

Pelo mar

Assim eu te encontrei enfim…

Houve vezes em que nós nos víamos,

E as palavras não saltavam de modo nenhum

Éramos três, o mar e eu, e eu e o mar

Mas faltavas tu para me completar

Eu tenho saudade enfim

Do mar e de ti

Existem vezes

Em que o mar me leva até ao fim

Lara B, 8 (2015)

Em Mim não Confiou

I cried for you Yvonne via Compfight

Eu tive um Amor que em mim não confiou

Fiquei inquieta e irritada, não me concentrava em nada

Então eu percebi, que se não confiou em mim,

Não me merecia assim

Mas juro que se não fosse esse acontecimento

Eu ficava com ele neste momento

Por vezes ainda o vejo e ainda o desejo…

Já deve ter percebido o que terá perdido

Nesta vida, tudo é egoísta: tento melhorar

Mas não há volta a dar…

Por isso vou seguir em frente

E continuar carente.

Lara B, 9A