Momentos de Arrasar

bounce-1

Imagem: SuperStar Kids

     Eu fui a uma festa, no Salvador Lopes, no Bounce. Eu e uma amiga minha ficamos amigas do instrutor que se chamava David e demos-lhe o nome de “Cristinhas” porque tinha uma grande crista. Foi muito giro! Consegui dar duplo mortal para a frente, mas para trás, só consegui um!

     Fomos a casa dele e estivemos a jogar snooker. Na nossa casa de S. Martinho, a Federica e eu batizamos a nossa cadelinha de “Smurfina” que tinha 4 meses, era preta e branca. A minha avó dizia que ela era uma vaquinha.

     Quando vim pela primeira vez à Oficina de Escrita, foi um momento único: a Inês é muito divertida!

     No ano passado, ainda não conseguia fazer mortal para trás, mas treinei muito e agora já consigo!

Maria M, 5B

Print Friendly

Os Meus Sonhos

Intiaanikesä

Jukka-Pekka Korpi-Vartiainen via Compfight

     Os meus sonhos são ser campeã nacional da ginástica acrobática. Também gostava de ser atriz, quando fosse mais velha. Mas o meu maior sonho de infância é ter uma vida com saúde e amizade e também que a minha avó fique melhor e que o meu pai nunca mais vá para Angola.

     Treino todos os dias cerca de duas horas, das 17h 30 às 19h, com uma equipa de cerca de vinte elementos. Aprecio sobretudo os mortais e as espargatas, sou a mais pequenina, por isso sou eu que vou no ar.

     Há um mortal que se chama “salto mortal” e outro chama-se “salto de pára-quedas”. As posições que eu gosto mais na ginástica são a espargata e o mortal para trás.

        Para ser uma boa ginasta acrobata, é preciso ser flexível, ter paixão, estar bem musculada, ter harmonia nos movimentos, ter um bom espírigo de equipa. As músicas que mais me inspiram para as coreografias da Ginástia Acrobática são as do Justin Bieber. Quando estou em voo, sinto a liberdade!

        Para quem ler isto: pensem também nos vossos sonhos e escrevam!

Maria M, 5B 

Print Friendly