Paixões Criativas

Happy child with painted handsCreative Commons License Praveen Kumar via Compfight

     Desde há uma semana, comecei uma ocupação favorita: sou youtuber! Tenho 148 visualizações, 5 subscritores e já realizei 5 vídeos. Os meus vídeos são sobre jogos e coisas reais, tais como um misterioso corredor assustador ou sobre um jogo de GTA. Gosto de ser youtuber porque acho que é uma experiência gira, há muitas pessoas a ver-me e isso importa-me.

     O desporto que eu mais gosto é ténis e o que eu aprecio mais é quando bato a bola com muita força: sei fazer a esquerda e a direita. Psicologicamente, ganho resistência ao fracasso, sinto-me persistente, quero alcançar um objetivo que é ser sempre cada vez melhor; nem que perca sempre, quero atingir um resultado bom!

     Gosto quando estou a conversar à mesa com a minha Mãe e, noutras ocasiões, com o meu Pai: ele gosta sempre de ver futebol ao mesmo tempo.

     Adoro ir a casa dos amigos, tal como hoje, 31/10/2017, dia de Halloween, em que vou a casa do Santiago. Depois vamos tocar à campainha da casa das pessoas a pedir doces! Vou pôr a minha máscara e vou explodir petardos de Carnaval: Pum! Pum!

     Vamos comer doces ou fazer travessuras! Levamos uma enorme abóbora que abre, onde guardamos os doces.

     Em relação ao tema global dos Valores que estamos a viver este ano, o Halloween pertence à Alegria.

Lourenço J, 5A

A Terra Maluca

Eve Vegas 2015 Commemorative PosterCreative Commons License Bryan Ward via Compfight

    Era uma vez uma terra distante, num sistema solar maluco, um planeta sem regras. havia pessoas muito doidas, que até matavam moscas com a língua e comiam. O senhor maluco Gertrudes I, tinha uma só regra: não havia regra. E ele também era muito rico; tinha um castelo com servos robôs.

    Mas aquele planeta era demais: tinham divertimentos no meio da estrada, passavam os sinais vermelhos e até faziam corridas de moscas. Só havia uma coisa má: era o senhor Jackson II, ele só roubava mísseis e coisas de segurança e por isso é que o país ficava pobre.

     Então, o senhor maluco Gertrudes I disse:

     – Já chega! Vamos derrotar Jackson II!

    Depois, os malucos contra os ladrões fizeram uma guerra de doidos e, até que enfim, os malucos ganharam!

Lourenço C, 6B

A Jóia

Police officer Black Zack via Compfight

     Era uma vez um homem muito perigoso, o mais procurado de  todos: tinha acumulado cadastros relativos a assaltos de bancos e fugas de prisão. Ele era uma pessoa que não se cuidava, tinha uma barba até ao umbigo, umas sobrancelhas hirsutas e uma boca assustadora, com dentes para fora e um nariz superminúsculo. 

     No dia 28 de Setembro de 2016, o homem planeou uma lavagem de dinheiro com o seu amigo presidente do banco. Esse dinheiro chegava no dia 31 de Dezembro – já sabem o ano – e quem o transportava para a mansão do homem mais procurado era o funcionário ou o secretário do presidente do banco.  

     O funcionário estava preocupado com as paragens de auto-stop, porque o que havia lá atrás era sério. Então, passado uma hora, foi mandado parar pela polícia e o camionista estava muito assustado porque eles tinham cães altamente treinados.

Lourenço C, 6B

The Heist

Day 10: Round Up the Usual Suspects Paul Howard via Compfight

13th March 2009

Today, we got some information about a weapon truck that was going to deliver stock to Amunition Store uf the state. We decided to attack it, due to both its low protection and the place. Making moves up in the desert of Deusix was really easy. There weren’t many cops there and some of them were afraid of the local gangs and dealers. We just had to be the firsts to get there.

15th March 2009

Today, we attacked the truck; it was a easy hit. Our only problem was that Franklin, my partner, got shot in the arm. We decided to attack a truck instead of just buying the weapons, because this way is harder to track them back to us.

16th March 2009

Franklin is recovering alright; today we are going to make not so vilan things. Mitchel is going to get some masks and I am gong to get Jump suits.

17th March 2009

The heist is tomorrow; if eveything oes well, we should get about 90.000.000 $. It’s a bank in the South and only certain people deposit their money there. It doesn’t have much security and it looks like it is poor to try to avoid robberies. I don’t think that’s very efficient. We spent all day yesterday getting some things like a drill, smoke grenades and  a fast car.

18th March 2009

Today is the day. We will make our move on the bank. 

Rodrigo L, 8B

The Royal Lion

Rumo a uma Outra Escola

Middle Earth: Shadow of Mordor / Into the LightCreative Commons License

Stefans02 via Compfight

     Eu gosto de dormir muito, comer, jogar, especialmente com os meus amigos, e também de ir à piscina.

     Se eu pudesse mudar a Escola, eu punha-lhe um Parque aquático, um Bar que servia petiscos de pôr água na boca, uma máquina de comida, uma Arcade com jogos tradicionais, uma piscina de bowling, uma sala que servia para que os atores que davam voz a personagens, pudessem lá estar a dar autógrafos e a tirar fotos com os estudantes que quisessem.

     Eu gostava de ter essa sala, porque eu queria conhecer pessoalmente, os atores que deram as vozes aos personagens do meu jogo favorito: Overwatch.

    O dia a dia dos estudantes torna-se muito difícil de descrever, pois eles faziam praticamente tudo o que havia na Escola: eles nunca se aborreciam ao aprender por jogos e atividades de Grupo com os amigos.

     Os professores, se pensarem bem, querem que nós nos foquemos na matéria e, supostamente, a Escola transmite algo para a vida. Nesta Escola que eu imagino, nós tínhamos tudo para nos divertirmos a aprender.

João Francisco, 7B

Pokémon Go

     Primary Colors of Fun

William Hanlon via Compfight

      O Pokémon Go é um mapa onde uma pessoa se desloca para obter “determinada coisa”. Podemos estar no Pokestop, no Pokémon ou no Ginásio. Com isto, podemos viciar-nos neste jogo, que, por vezes, já levou pessoas à morte.

      Este jogo tem que se jogar de uma forma diferente, com 3G e saber como jogar. As pessoas sabem ou deviam saber que este jogo é um dos mais jogados em todo o mundo.

      Por vezes, o Pokémon tem o satélite interligado com o telemóvel; permite 5 metros de distância para encontrarmos os Pokémons; estes, são apanhados com uma “pokébola” e eles podem fugir ou não. Neste jogo, o melhor e o mais falado é o Picachu.

     Para mim, este é o jogo favorito e também viciante. E hoje passei para o nível quinze!

Vasco L, 7A

Curiosidades no Minecraft

    Jacobo Pineda - Worldcrafter (2D Artist)

Creative Commons License Daniel Garrido via Compfight

     Eu estava num mundo do Minecraft, com uma velha amiga, chamada Alex. Estávamos só nós e fomos apanhar madeira.

     Fiz um machado, uma espada e uma picareta. Disse a Alex para ir apanhar mais madeira, enquanto eu ia apanhar pedras. Se houvesse ferro, eu faria uma picareta de ferro para apanhar outros minérios e fazer uma armadura para os dois. Ela foi ter comigo e disse:

     – Já apanhei o que consegui.

     Eu agora tinha 200 pedras, 100 ferros, 5 diamantes, 27 esmeraldas. Com tudo aquilo fizemos o que era preciso, pusemos todos os carvões e minérios que estavam prontos para assar. Fomos então caçar animais e cozinhá-los. À noite, vimos um zombie e não sabíamos o que era: saímos da mina e matámos os monstros que nos apareceram. Aí, nós vimos um que se teletransportava e também matamos esse monstro.

     O Minecraft é um jogo divertido, uma aventura em que nós comunicamos. De todas as pessoas que já jogaram, só 1% não gostou, pos temos acesso a um mundo com ais de três dimensões: o Nether, o The End e o mundo normal. Pode-se criar coisas automáticas e outras maravilhosas: os “mods”, os “add-ons” e as “texturas”, que servem para criar seres  ou itens que nos apeteçam, e para outras pessoas com os mesmos gostos partilharem.

Afonso S, 5C

Pokémon Go e Eu

 

Tetsujin-28-go Laruse Junior via Compfight

        Existem diversos tipos de Pokémon tais como os de tipo : água, eléctrico, fogo, gelo, psíquico, dragão, voador…

     No Pokémon Go existe sempre um problema que é completar a Pokédex (A Pokédex é um dispositivo que mostra os Pokémon que se captura ou se vê.)

     Nestes dias aconteceu-me um azar muito grande que foi : Estava a passear com o meu pai e com a minha mãe e apareceu-me dois gastly´s se são pokemons de tipo fantasma , depois apareceu-me um hypno que dizia que o cp ( combat power) dele era de “???”.

     No Pokémon Go existem vários eventos (como o de Halloween) que servem para capturar Pokémon que não se encontram ou que se encontram dificilmente.

    Os mais interessantes Pokémons que eu já apanhei que eu queria muito foram estes do Halloween: são tipo fantasma que parecem um gás roxo, têm a forma de uma bola roxa. Estavam em Cascais, na Praça Luís de Camões.

     Aprecio neste jogo eles trazerem um jogo de que muita gente gosta à realidade; eles fazerem as pessoas saírem á rua só por causa de um jogo. Houve crianças no hospital que saíram das suas camas, só por causa do jogo.

     Falta neste jogo: os Pokémons da segunda geração; o melhoramento da Pokémon Go plus – uma pulseira que indica quando um Pokémon está perto ou não.

João F, 7B

As Minhas Férias

Imagem: Wook.pt

      Tudo começou no dia 17/12/2016: tinha ido às compras de Natal: foi giríssimo!

    Dali em diante, à noite, fui para casa da minha avó, em Torres Vedras, uma pequena aldeia ao pé do Bombarral. Aí, todos os dias havia um novo filme “Sozinho em Casa” I, II e III e “2 Big Heros 6”.

      Eu estava cansado, porque a minha prima de 16 anos só ia chegar na 6ªfeira e por isso levei os meus brinquedos de Five Nights at Freddie’s para ver alguns detalhes que tinham posto nos novos bonecos que encomendei – o tempo, aí, passou a correr.

    No quarto dos meus pais, em casa dos meus avós, no último dia, brinquei com o drone do meu avô: aí chegou o tão esperado dia 24, abri os meus presentes e recebi o livro do Sirkazzio, uma nerf, uma caneca da coleção Keep Calm, um pijama da Star Wars…

      No dia seguinte, fui para casa dos meus outros avós, onde estava a minha prima de 4 anos; abrimos as prendas e recebi vários “Ferrero Rocher” – os meus bombons favoritos e ainda 180 Euros!

     No dia seguinte, visitei a Aldeia Natal; fui ter com os Romanos, entrei na árvore de Natal, andei no gelo…

    Vamos já passar para o fim do Ano: instalei uma rede social da Five Night’s, que se chama Bnaf Amino e criei lá o meu Blog que se chama “Teorias Fnaf”. Depois fui jantar hamburgueres no pão com batatas fritas, pus um temporizador para chegar a 2017 e assim acabei o meu dia!

Afonso S 5C

O Assalto ao Banco

 

mini_bank

Imagem: GPA V

Era uma vez dois ladrões que queriam muito assaltar o banco mais rico do mundo.

Então, resolveram elaborar um plano; para o realizar, era preciso: 

  • Carros blindados, rápidos, rodas à prova de bala e disfarçados.
  • As armas mais raras do mundo.
  • Roupas como as dos Seguranças do banco.
  • Coletes à prova de bala.
  • Dois reparadores de pneus.
  • Hackers, para desbloquear o SS (sistema de segurança).

     Depois de elaborarem o plano, foram logo resolver o problema; o mais difícil foi assaltar a carrinha da polícia, porque, depois, a polícia os ia perseguir. Então, lá conseguiram.

     No dia do assalto ao banco, todos estavam nervosos. Passados alguns minutos, entraram os dois assaltantes na carrinha disfarçada. Foram andando pela cidade até chegarem ao banco. Como vinham atrás duas carrinhas do banco, verdadeiras, eles puseram picos na estrada. E o que aconteceu foi que os pneus das duas carrinhas furaram-se. Os dois assaltantes rodearam rapidamente as carrinhas, algemaram os Seguranças e entraram no banco.

 Entraram num banco com a roupa dos Seguranças, dirigiram-se para os cofres subterrâneos e avisaram os Hackers por telemóvel, para estes desativarem os Sistemas de Segurança. Regressaram com os sacos cheios de notas e ainda cumprimentaram os empregados do banco que estavam ao balcão.

Conseguiram roubar o ouro que estava lá, mas a polícia ia atrás deles, pois tinha-os visto passar sinais vermelhos; seria muito difícil escapar.

Então, dentro de um túnel, esconderam-se dentro de uns camiões de carga e conseguiram completar o golpe. Passaram a fronteira e foram para o deserto de Sandy Shores.

Lourenço C, 5B

Alguns Planos para o Futuro


ines_nokas_MINECRAFT

Imagem: Canal da Inês Nokas

     No futuro, eu gostaria de ser uma YouTuber boa, que as pessoas me admirassem. Quem não viu o meu canal Inês Nokas, assista aos meus vídeos; se não gostarem, ponham nos comentários, para eu tentar melhorar!

     Neste momento, vou tentar fazer uma série, no meu canal: “Série Aventura Minecraft”. Já fiz um vídeo da série “Aventura Minecraft”. Vou filmar de outra maneira, sem ser o computador a gravar: vou gravar com a tablet, pois fica muito lento com o computador.

    Algumas das razões de eu ter um canal no You Tube são as seguintes:

  • Divirto-me a fazer os vídeos;
  • Posso falar com o público;
  • Posso mostrar o que gosto de criar e o que tenho para dar, fazendo com que as pessoas se sintam noutro mundo;
  • Também me ajuda a desenvolver a oralidade, para falar melhor com os outros;
  • Ajuda-me a expressar-me de uma forma mais divertida.

     Se vocês quiserem ser youtubers basta pedirem autorização aos vossos Encarregados de Educação, seguirem as Regras de Segurança na Net e “Bora lá”!

Inês M. 6C

O Quarto Gamer

     Dancin' Danbo

Blake Danger Bentley via Compfight

     João CR123, era um rapaz especial: a sua paixão pelos jogos tornara-o famoso entre os amigos, por ser o melhor.

     Recebera a sua PS4, finalmente, pelo Natal, bem como um quarto novo, totalmente remodelado. Chamou o quarto de “Quarto Gamer”, o quarto que ele sempre quis.

     Quando entrava, ele ficava à porta do quarto 30 segundos, porque ele não saberia como mereceu aquele quarto tão fantástico!

    Ele já imaginava que, quando fosse dormir, deixaria o comando da TV e da PS4, para, quando acordar, às sete da manhã, nem precisar de sair da cama: se clicarmos no botão de ligar no comando da PS4, liga o comando e a própria PS4. Depois é só clicar para ligar a TV e ficar a jogar.

     Para comer, como já está meio acordado, basta levantar-se, descer as escadas, ir buscar a comida e voltar ao quarto para jogar.

      Era um lugar acolhedor e original: à entrada, via-se a cama de madeira branca, com gavetões em baixo, do lado direito e encostada à parede pintada no tom de um verde-tropa. Depois, a mesinha de cabeceira, com um candeeiro de luz led, a dizer “New York” a toda a volta do abat-jour.

    Ao lado da mesinha, um pequeno móvel para guardar os phones, o comando da PS4, alguns carregadores e os jogos organizados

     Uma mesa azul, que era do meu avô, com tampo de madeira, que nos deixa ver pela janela a rua em curva, por onde se vislumbra um parque.

     Na parede em esquina, dois móveis de gavetas encostados: cada gaveta é de vidro fosco e tem uma pega em cima. Por cima das cómodas irei pôr fotos de família do lado esquerdo;  do lado direito irei pôr uma bola  do Sportigng, um Estádio do Sporting de madeira com luzes;  pendurado por cima, afixado à parede, um quadro com uma camisola do Sporting com vidro anti-reflexo, com todas as assinaturas dos jogadores do SCP.

     Tenho uma coleção de posters que comprei na Toys’r us – alguns afixo na parede sobre a cama, outros na portas dos armários e vou  mudando. No meio disso tudo, tenho uma Tv. O meu quarto é um verdadeiro Bunker de viciados em jogos!

João R, 7B

Bons Momentos das Férias

         Sonoda Umi

RICO Lee via Compfight

     Estas férias foram perfeitas.

     Fui ao Bouce, onde há Mata, futebol e basquetebol; fui a casa dos meus Avós; fui também ao Alentejo, onde fiz “a caça aos ovos”; também fiz “a caça aos ovos” em casa da minha avó, com as minhas primas.

     No Alentejo, os ovos estavam escondidos dentro da casa da minha avó, e lá fora, debaixo da relva, ao pé das árvores, no jardim. Em casa dos meus outros avós, os ovos estavam no quintal.

    Fui também a casa da avó do Francisco B onde estivemos a jogar Eta 5; neste jogo assaltamos carros, fazemos missões, como por exemplo: guiamos submarinos, andamos debaixo de água com um fato, procurar peças para consertar o submarino.

    Fui ao cinema com o Francisco B e com o João Francisco ver o filme “Super-Homem versus Batman”. O que apreciei mais neste filme foi ver o Super-Homem a lutar com um monstro.

     Espero que vocês também tenham tido umas férias felizes!

Manuel N, 6A